Futebol Internacional > Jogadores

Por que a Conmebol é contra a Copa do Mundo a cada dois anos? Veja o motivo pelo qual a entidade se posiciona contra a FIFA

FIFA estuda mudar a data do mundial

Federações se colocam contra mudança de datas da Copa do Mundo
Federações se colocam contra mudança de datas da Copa do Mundo

Veja os motivos que a Conmebol apontou paar ser contra uma edição de Copa do Mundo a cada dois anos 

A FIFA colocou suas cartas na mesa e quer que a Copa do Mundo seja realizada de dois em dois anos que, segundo o chefe de desenvolvimento global de futebol da FIFA, Arsene Wenger, aumentaria a qualidade do futebol, assim como as regras do jogo. Porém, a entidade máxima do futebol tem dois fortíssimos opositores à ideia: a UEFA, federação europeia de futebol, e a Conmebol, que rege o futebol em terras sul-americanas. 

Nesta sexta-feira (10), a Conmbeol divulgou um comunicado onde enquadra as razões pelas quais a entidade é contra a ideia de uma Copa do Mundo a cada dois anos. O primeiro ponto sinalizado pela Conmebol foi a banalização do mundial, que tiraria assim seu caráter exclusivo e o padrão de ecigência.

Outro ponto levantado foi o calendário internacional que, segundo a entidade, tornaria impossível administrar as competições com espaço tão curto. Devido a pandemia da Covid-19, a entidade tem sofrido para reanranjar as partidas que foram suspensas das Eliminatórias e abriu até um espaço nos meses de janeiro e fevereiro (período que não há data-FIFA) para fazer as partidas.

A entidade apontou ainda que não foi chamada para debatera ideia antes da apresentação do plano, porém, se coloca à diposição para ouvir. "Embora em algum momento a Conmebol tenha apoiado o projeto em questão, análises técnicas mostraram que ele é altamente inviável" diizia no comunicado.

UEFA é contra também

O presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, ameaçou um boicote da entidade à Copa do Mundo caso ela passe a ser de dois em dois anos. O mandatário europeu falou ao jornal The Times na última quarta-feira, além de mostrar muito desdém da ideia.

"Nós podemos decidir não jogar nesse modelo. Até onde sei, os sul-americanos estão na mesma página que nós. Então boa sorte com uma Copa do Mundo assim. Eu acredito que nunca vá acontecer porque vaoi contra os princípios básicos do futebol. Jogar a cada verão um grande torneio com um mês de duração, para jogadores será a morte", afirmou Ceferin.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias