Seleçao > Jogadores

CBF x Clubes: Entidade decide quem será demitido para amenizar pressão por datas-FIFA sem jogos do Brasileirão

Briga por adiamento de jogos na data-FIFA de outubro gerou muito desgastes entre a entidade e clubes

Brasil lidera Eliminatórias, mas situação com clubes brasileiros incomoda CBF
Brasil lidera Eliminatórias, mas situação com clubes brasileiros incomoda CBF

Situação gerou clima muito tenso entre clubes do Brasileirão e a CBF, a ponto de assunto ser tema de diversas coletivas em clubes diferentes

A data-FIFA de outubro causou muito desgaste entre os clubes do Brasileirão com a CBF, por não adiar as partidas de clubes que tiveram jogadores convocados para as seleções sul-americanas. O atrito ficou mais forte ainda quando o presidente do Flamengo, Roberto Landim, afirmar que a entidade máxima do futebol nacional havia dado aval para as partidas serem remarcadas, mas voltou atrás e manteve os jogos da disputa do Brasileirão durante as partidas das Eliminatórias.

A principal figura no meio disso tudo foi o coordenador Juninho Paulista, que veio a público falar que as partida seriam adiadas, ams ficou bastante incomodado com a CBF por ter voltado atrás. Segundo informações do jornalista Rodrigo Mattos, o dirigente se sentiu exposto pela CBF, ao prometer uma situação que não foi cumprida.

No entanto, não era de resposabilidade de Juninho fazer tal informação, ou mesmo decidir se as partidas do Brasileirão serão adiadas ou não durante a data-FIFA. Essa responsabilidade é do departamento de competições, que está sob tutela do diretor Manoel Flores. No entanto, Juninho havia falado durante coletiva de imprensa, que já hava conversado com diretor da área, dando o aval para os adiamentos.

Consoante ao adiamento das partidas, uma nova tabela para o futebol brasileiro seria apresentada, com jogos acabando após o atual período – o calendário brasileiro vai até dia 05 de dezembro. Mas, jogadores e dirigentes da CBF pressionaram para que não fosse alterado o calendário.

Chateação de Juninho

Toda a situação acabou desgastando bastante a imagem de Juninho, que foi o mais cobrado por torcedores do Flamengo, sobretudo, pelo não adiamento da partida e o dirigente estaria se sentindo desprestigiado junto à cupula da CBF, principalmente a ala contra a extensão do calendário e consequente adiamento das partidas.

Mais nostícias do futebol brasileiro:

Se final da Libertadores fosse hoje, saiba qual seria o grande temor de Abel Ferreira para parar o Flamengo
A verdade sobre a discussão de Renato Gaúcho com torcedor rival que revoltou o Flamengo

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias