Seleçao > Jogadores

Ángel Di María relata vergonha em volta à Europa e dispara contra Richarlison por postagens

Suspensão de Brasil e Argentina ainda afeta Ángel Di María que revela ter vergonha de tudo o que aconteceu, assim como de Richarlison

Di María sente vergonha por Richarlison e suspensão de Brasil x Argentina
Di María sente vergonha por Richarlison e suspensão de Brasil x Argentina

Brasil e Argentina fazem o clássico que ainda não acabou. No dia 5 de setembro, as duas equipes entraram em campo na Neo Química Arena, em São Paulo, para jogarem pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022 no Catar, mas pouco antes dos cinco minutos de jogo a partida foi interrompida pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e suspensa posteriormente em um dos maiores vexames do futebol mundial. Do lado argentino, Ángel Di María relata vergonha pelo caso e até por Richarlison.

O meia do Paris Saint-Germain, da França, deu entrevista para a ESPN argentina e deu sua versão sobre o caso e relatou que ninguém avisou a seleção argentina sobre as irregularidades com os quatro jogadores convocados e que atuam na Inglaterra, mas não cumpriram a quarentena obrigatória de 14 dias ao chegarem no Brasil. Por fim, Di María informou motivações políticas para o jogo não acontecer.

Já na polêmica com Richarlison, que começou na Copa América 2021, acabou naquele momento para Di María, mas não para o atacante brasileiro. A versão contada pelo meia de 33 anos dá conta de que as brincadeiras com Neymar e Marquinhos, colegas de PSG, são diferentes da de Richarlison, que estaria a chorar até os dias atuais por não aceitar a perda da Copa América 2021 para a Argentina e com gol de Di María.

O posicionamento da CBF sobre a suspensão de Brasil x Argentina

Segundo a CBF, todos os protocolos como mandante do duelo foram cumpridos e a entidade soube da situação irregular dos quatro jogadores argentinos que atuam na Inglaterra e não cumpriram a quarentena obrigatória no Brasil, depois de terem preenchido de maneira errada o formulário para as autoridades brasileiras em sua entrada ao país. Em resumo, a carta da CBF pede o W.O. da Argentina por não ter cumprido com seus deveres pré-jogo.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias