Brasileiros pelo Mundo > Casemiro

Casemiro passa de arrependido antes do jogo com o Sevilla a dar um pau na torcida

O meio-campista brasileiro não se conteve na hora de opinar sobre diversos assuntos na coletiva de imprensa antes do jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões contra o Chelsea

Casemiro defende seu amigo Bale
Casemiro defende seu amigo Bale

O brasileiro Carlos Henrique Casemiro pediu desculpas pelo cartão amarelo por protesto recebido no sábado contra o Getafe CF, que ocasionou sua ausência por suspensão no duelo de domingo contra o Sevilla FC, e assegurou que não gostou dos apitos do Real Madrid contra o galês Gareth Bale , para quem ele pediu respeito.

Mais notícias de Brasileiros pelo mundo:

Salário de Neymar: primeiro obstáculo à sua saída do PSG

O Real Madrid tem duas saídas importantes para decidir o título da LaLiga: Ramón Sánchez-Pizjuán e Wanda Metropolitano. O primeiro será perdido por Casemiro por uma ação que lamentou publicamente. Sendo avisado, ele não mediu contra o Getafe.

"O que acontece em campo fica em campo, o respeito é essencial. Muitas vezes eles não deveriam me dar aquele cartão por protestar, já joguei muitos jogos e foi minha culpa pela importância do próximo jogo contra Sevilla FC, talvez o jogo mais importante da LaLiga no momento. Mas muitas vezes você tem que se controlar e em campo é difícil fazê-lo", reconheceu em entrevista coletiva.

Casemiro sabe os nomes de cada árbitro e é assim que os trata nas partidas. Assegurou que é uma questão de educação: "É o respeito. Os árbitros querem defender o seu trabalho, dar o seu melhor e não falhar, mas como erramos os passes eles falham às vezes. É o respeito, os valores que o meu mãe me deu."

Casemiro deixa de se arrepender antes do jogo com o Sevilla a dar um pau nos torcedores da UES

O meio-campista brasileiro entende esse respeito que os torcedores do Real Madrid não tinham com Bale. O galês voltou a jogar 773 dias depois no Santiago Bernabéu e foi saudado com um apito alto. "Quando um jogador é apitado, todos são apitados", defendeu Casemiro. "O futebol é uma questão de opinião, cada um tem a sua, mas não concordo quando um jogador da minha equipa é chamado. Todos temos de estar do mesmo lado e apoiá-lo", acrescentou.

"Apitaram para o Bale e eu não gosto, é um jogador histórico para o clube, marcou muitos gols importantes e quando apitam para ele você está assobiando pela história deste clube. Não gostei. O público tem que apoiar e estar todo junto, que no Bernabéu nosso cabelo se arrepia porque 90 minutos são muito longos", disse.

Mais notícias de Brasileiros pelo mundo:

A razão pela qual Emerson deixaria de jogar no Tottenham para jogar no A. Madrid.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias