Brasileiros pelo Mundo

Assinado como o novo Roberto Carlos, acabou preso e nem o querem no Brasil

Uma das primeiras contratações da era Turki continua a tropeçar no mundo do futebol, depois de várias missões malsucedidas, ele retornará a Almería neste verão

Silva ainda não definiu seu futuro
Silva ainda não definiu seu futuro

O UD Almería contratou grandes jogadores desde que chegou à propriedade do clube Turki Al-Sheikh proveniente do Indál. A força econômica do xeique saudita facilitou a contratação de grandes jogadores como Darwin Núñez ou Sadiq Umar, jogadores que em outros tempos seria impensável ver defendendo as cores vermelha e branca.

Mais notícias de Brasileiros pelo mundo:

Neymar reage e responde a críticas de Fábio Aurélio: "Cansado desses ex-jogadores pra falar m****..."
 
Como tudo na vida, sempre há luzes e sombras. O Capítulo das Sombras abrange principalmente a primeira temporada da diretiva de Turki. A compra do clube foi feita nos primeiros dias de agosto, em pleno mercado de transferências. A nova direção esportiva assumiu o comando do clube com a difícil tarefa de converter um elenco destinado à Segunda B em um para lutar pela promoção. A correria também deixou alguns fiascos em Almería, como o de Jonathan Silva.
 
O Almería anunciou a contratação de Jonathan Silva por um milhão de euros ao Botafogo. O lateral-esquerdo prometia ser um dos futebolistas brasileiros do futuro e do Brasil apontaram que poderia ser o sucessor de Roberto Carlos ou Marcelo na 'canarinha'. As boas referências a este futebolista não pararam nas redes sociais, algo que animou muito o respeitável Almerian.
 
No entanto, não demorou muito para o Almería perceber que a aventura de Jonathan nas terras indígenas não duraria muito. O desempenho do brasileiro foi muito ruim durante a primeira temporada. Ele só é lembrado de uma boa atuação, contra o Mirandés em casa. Todo o resto, um desastre tanto defensiva quanto ofensivamente.

Por isso Silva não entrou nos planos rojiblancos para a temporada seguinte. Não encontrando nenhuma equipe disposta a pagar um valor próximo ao milhão de euros que custou aos Indalicos, o Almería foi forçado a buscar acomodação na forma de empréstimo ao UD Las Palmas, equipe que, devido ao seu espírito ofensivo, poderia ter ido muito bem para Jônatas. Muito pelo contrário: na verdade, ele mal jogou 13 jogos em toda a temporada.
 

Silva tem um momento ruim na sua carreira

De sua estada em Las Palmas nasceu um dos episódios mais sombrios e estranhos da carreira esportiva de Jonathan Silva. O ala brasileiro passou uma noite no calabouço, após o hotel onde ele e seu parceiro estavam hospedados ativar o protocolo de violência sexista após os convidados ouvirem uma forte discussão com gritos e vozes. É claro que o parceiro do jogador de futebol não apresentou nenhuma reclamação e foi liberado após prestar depoimento.
 
Na temporada seguinte voltou ao que era sua casa, o Botafogo, com a necessidade de redescobrir a si mesmo e seu futebol. Apesar de ter tudo a seu favor, ele também não conseguiu ser importante em uma equipe da segunda divisão brasileira. Agora, as últimas notícias vindas do Brasil não são nada animadoras.
 
O técnico do Botafogo está bastante chateado com o desempenho do jogador emprestado pelo Almería, principalmente após o último jogo que disputou com sua equipe. Seu jogo foi tão ruim que Jonathan Silva foi rebaixado para a equipe subsidiária do Botafogo e o clube brasileiro não pretende estender o empréstimo com o Almería, então o futebolista terá que retornar à Espanha neste verão e o Almería terá, novamente, que encontrar uma solução para um problema enraizado.

Mais notícias de Brasileiros pelo mundo:

Bruno Guimarães, o salvador do Newcastle na Premier League

Romario Paz

Lic. em comunicação social, graduado pela Universidade Central do EquadorJornalista esportivo com experiência em Rádio Televisão e mídia digital. Boa pessoa para caramba!+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias