Série A > Sul Americana 2021

O fracasso da Conmebol! Veja o que motivou mudança de última hora na final da Copa Sul-americana

Final da Sul-Americana ficou marcada por poucas pessoas nas arquibancadas

Centenário lotado em jogo do Uruguai, muito diferente do que foi visto neste sábado (20)
Centenário lotado em jogo do Uruguai, muito diferente do que foi visto neste sábado (20)

Entenda o que fez a grande final da Copa Sul-Americana ser um grande fracasso de público e de espectadores

O Athletico-PR venceu o Red Bull Bragantino na tarde deste sábado, por 1x0, com gol de Nikão, mas não foi só a partida que chamou atenção dos torcedores que assistiam ao jogo, mas as arquibancadas também. Ou melhor, a falta de público nas arquibancadas. Isso porque o Estádio Centenário do Uruguai recebeu pouquíssimo público na primeira das duas finais que receberá neste final de novembro.

Foto: NICOLAS GARCIA/AFP/JC - Estádio recebeu menos de 10 mil pessoas para a decisão da Sula

Vendo que o público não seria muito, a Conmebol até buscou realocar os torcedores, principalmente do Athletico-PR, para o setor em que as câmeras de transmissão da partida exibisse, mesmo não sendo os setores comprados pelos torcedores (atrás dos gols), mas quando as imagens da transmissão passeava pelo estádio ficava claro que o estádio que tem capacidade para 65 mil pessoas estava quase que vazio.

Um dos fatores que afastou os torcedores da decisão da Sul-Americana, fora a logística, foram os preços dos ingressos, com o mais baratos a 100 dólares, ou R$ 560, justamente os setores atrás das metas. As torcidas de Athletico-PR e Red Bull Bragantino reclamaram dos preços das entradas, citando que a entidade sul-americana não levou em conta fatores como a distância percorrida até Montevidéu e a crise que passa o Brasil nesse momento.

Foto: LECO VIANA/ESTADÃO CONTEÚDO - Pouco público chamou bastante atenção dos torcedores que assistiam pela TV

Sem interesse local

De acordo com informações do portal UOL, houve pouca procura de ingressos por parte dos torcedores uruguaios para a partida deste sábado por parte dos uruguaios e, como visivelmente era perceptível, a torcida do Furacão era maioria. No entanto, mesmo com a realocação de torcedores no estádio, ainda era possível ver assentos vazios.

Em campo, ao menos, a partida foi equilibrada, com as duas equipes alternando a dominância, mas o Athletico-PR foi a equipe que levou mais perigo e no primeiro tempo conseguiu o gol do título com Nikão. Esse é o segundo título da Copa Sul-Americana do Furacão, que em 2017 havia conquistado o seu primeiro título.

Foto: AFP - Trocedores criticaram preços dos ingressos para o jogo deste sábado (20) em Montevidéu

Wesley Alencar

Jornalista desde 2017, formado pela Universidade São Judas Tadeu, e atuante como redator desde 2015. Passagens pelas rádios Max FM Cotia e Meteleco.net, além de outros portais de esportes e entretenimento. Cubro as principais informações de Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Corinthians.+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias