Série A > Palmeiras

A contundente resposta de Abel Ferreira após ser acusado de ajudar o São Paulo no clássico que faz com que torcida fique receosa

Torcedores apontaram que Abel Ferreira gosta de ajudar o São Paulo, memso treinando o Palmeiras

Abel Ferreira mais perdeu para o São Paulo do que ganhou em 8 jogos
Abel Ferreira mais perdeu para o São Paulo do que ganhou em 8 jogos

Entenda os motivos que fizeram com que surgisse a especulação de que Abel Ferreira é são-paulino

No sétimo Choque-Rei do ano, o Palmeiras saiu derrotado do clássico de ontem (17), no Allianz Parque para o São Paulo, por 2x0, e após a partida, diversos torcedores do Tricolor acusaram o técnico Abel Ferreira de ser torcedor são-paulino, já que o treinador português tem uma pulseira muito parecida com a que tinha o técnico Hernán Crespo, nas cores do do clube do Morumbi, ser um grande fã de Telê Santana, “ter tirado” o clube da fila sem títulos e ontem por ter poupado os principais jogadores da equipe no Choque-Rei.

Após a partida, Abel Ferreira parabenizou o São Paulo pelo triunfo no clássico, e comentou sobre sua estratégia de mandar uma equipe reserva para o jogo afirmando que há um plano a ser seguido pelo Palmeiras para a decisão da Copa Libertadores, daqui há uma semana, e não iria abrir mão da estratégia mesmo num clássico de grande rivalidade.

“Me pagam para tomar decisões difíceis, sei que há quanto tempo estou aqui, o que nos trouxe até aqui e o elenco que tenho. Era mais fácil jogar contra o São Paulo com o melhor elenco? Vocês são malucos. Eu sei o que estou fazendo. Temos um plano e vamos seguí-lo até o fim, aconteça o que acontecer”, apontou Abel Ferreira.

O São Paulo é uma grande pedra no sapato de Abel Ferreira, já que desde que comanda o clube, são oito jogos disputados, com apenas um triunfo, três derrotas e quatro empates. Jogando no Allianz, o aproveitamento é menor ainda, com duas derrotas, um empate e a única vitória que tem sobre o rival do Morumbi. Mesmo com o retrospecto, o treinador pediu confiança no trabalho.

Confie!

“Acreditem no que estamos fazendo. um ano atrás, ninguém dava nada para esse time. Ganhamos dois grandes títulos. 21 anos depois, uma Libertadores e ainda a Copa [do Brasil]. temos  um plano e vamos seguí-lo até o fim. [...] Temos um calendário de jogos seguidos e não faço milagres, não há magia. Da forma como está organizado o calendário, não há milagres”, finalizou o treinador.

Dessa forma, possivelmente as partidas contra Fortaleza, no próximo sábado (20) e na terça-feira (23) contra o Atlético-MG também deverão ter equipes mais mistas/reservas do Palmeiras, tudo para chegar 100% na final da Libertadores, dia 27 contra o Flamengo. Por sua vez, após o triunfo sobre o Verdão, o São Paulo respirou na tabela de classificação, mas ainda luta contra o rebaixamento e voltará a campo na próxima quarta-feira (24), contra o Athletico-PR.

Mais notícias do futebol brasileiro:

Felipe Melo cansou do Palmeiras e decidiu qual será seu futuro após a Libertadores

A estranha fala de Rogério Ceni que causou fúria na torcida do São Paulo após vexame no Morumbi

Wesley Alencar

Jornalista desde 2017, formado pela Universidade São Judas Tadeu, e atuante como redator desde 2015. Passagens pelas rádios Max FM Cotia e Meteleco.net, além de outros portais de esportes e entretenimento. Cubro as principais informações de Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Corinthians.+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias