Seleçao > Brasileiros Pelo Mundo

Tudo pronto: Tribunal Federal do Brasil deu sinal verde para a Copa América ser disputada

A mais alta instância do Poder Judiciário do país, rejeitou três recursos que indicavam que a realização do torneio não era possível. Vai começar neste domingo, apesar das críticas

Copa América começa neste domingo
Copa América começa neste domingo

Não há como voltar atrás: a Copa América 2021 será disputada no Brasil. Apesar das constantes críticas ao desenvolvimento do torneio em um dos países mais afetados pelo coronavírus no mundo, o governo autorizou a realização do torneio. Nesta quinta-feira, o Tribunal Federal do Supermo deu sinal verde e tudo estava pronto para começar neste domingo em Brasília.

O STF rejeitou três recursos que pediam a suspensão do torneio devido à situação de saúde do ‘país do samba’, e que aguarda uma terceira onda da pandemia.

Pelo menos seis dos onze juízes da mais alta corte brasileira, o mínimo exigido, votaram à distância, em sessão extraordinária, a favor da autorização do campeonato regional de seleções, que terá início neste domingo com o confronto entre a 'Seleçao' e a Venezuela em Brasília.

A Copa América 2021 será disputada no Brasil, depois que a Conmebol evitou a Colômbia e a Argentina. (Foto: EFE)

No entanto, eles alertaram sobre a necessidade de reduzir eventuais danos. Pelo menos dois dos juízes pediram em suas votações que o governo apresente, 24 horas antes do início da Copa, um plano de mitigação de riscos, o que ainda não foi confirmado.

Embora não possa mais alterar a decisão majoritária do STF de que a Copa América seja disputada, os outros cinco juízes têm até as 23h59 desta quinta-feira para votar à distância, em sessão extraordinária, as solicitações do esquerdista Partido dos Trabalhadores.

Os jogadores da Seleção Brasileira e Tite, técnico da seleção, foram duramente criticados por aceitarem participar do torneio. O DT já havia confirmado que continuaria liderando a Seleção Brasileira, mas em entrevista coletiva de Assunção levantou alguns farrapos a respeito da atual situação que o país enfrenta diante do torneio, o que foi confirmado anteriormente na Colômbia e Argentina.

“Não sou hipócrita, não sou alienada e sei o que acontece. Mas eu sei priorizar. A prioridade é o meu trabalho e a dignidade do meu trabalho ", disse o treinador a respeito dos próximos dias, tendo em vista que o" Scratch "abre neste domingo contra a Venezuela.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias