Seleçao > Copas

Oportunidade para os esquecidos? O que vai acontecer se um jogador de futebol da Seleção Brasileira se infectar na Copa América

A Copa América está muito perto de ser disputada, mas ainda causa preocupação, devido ao contexto de saúde.

O início da Copa América está muito próximo.
O início da Copa América está muito próximo.

Às portas do inicio da Copa América 2021, que deve começar no dia 13 de junho e terminar no dia 10 de julho, a Conmebol informou o que acontecerá com os jogadores que apresentarem resultados positivos para a doença respiratória em plena competição.

Isso após o recente caso do River Plate na Copa Libertadores, onde muitos de seus jogadores testaram positivo e como não poderiam ter mais jogadores, o treinador Gallardo foi obrigado a improvisar Enzo Pérez no gol.

Por isso, a Conmebol implementou uma medida de prevenção e auxílio aos países que participarão da Copa América, sendo que caso alguém se infecte no meio da competição, os times podem fazer até cinco substituições na partida e também na lista de convocações.

A Copa América não será definitivamente disputada na Colômbia.

É importante destacar que o jogador substituído não poderá mais disputar a Copa América, ao passo que seu substituto não precisa necessariamente constar na lista preliminar de 50 jogadores de cada país, o que por sua vez pode ser uma oportunidade de ouro para aqueles. jogadores que ficarão de fora da lista final de Tite.

Além disso, a Conmebol indicou que quando termina a fase de grupos e antes do início das quartas de final, cada país pode trocar até três jogadores, seja por lesão, decisão tática ou qualquer outro motivo. Mas, ao contrário do caso anterior, essas variantes devem ser feitas com os jogadores que fazem parte da lista preliminar.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias