Seleçao > Tecnicos

O motivo pelo qual André Jardine não tem confiança na Seleção Brasileira Olímpica

Técnico é visto com desconfiança por parte da torcida e tem histórico de atritos com atletas

Treinador e Seleção são vistos com desconfianças pela torcida
Treinador e Seleção são vistos com desconfianças pela torcida

A Seleção Brasileira Olímpica estreia amanhã (22) contra a Alemanha nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 com uma certa desconfiança por parte da torcida. Não só pelos resultados recentes quando perdeu para Cabo Verde, venceu a Sérvia e venceu de virada os Emirados Árabes Unidos, mas por conta do retrospecto do técnico André Jardine

Multicampeão na base de clubes tradicionais como Grêmio, Internacional e São Paulo, a experiência do técnico como profissional foi um pouco mais traumática. No final de 2018 o técnico assumiu o São Paulo após a demissão de Diego Aguirre e comandou o São Paulo no início do Campeonato Paulista e na Libertadores de 2019. 

O início foi até promissor, vencendo jogos com goleadas, mas no primeiro clássico, contra o Santos, a primeira derrota por 2x0 e o primeiro sintoma da pressão que viria. Na Copa Libertadores, o tricolor enfrentou o Talleres, da Argentina, pela fase prévia e o resultado ruim, uma derrota por 2x0 e um 0x0 em pleno Morumbi, com rendimento bem abaixo, marcaram a carreira do treinador.

Foto: Reprodução - Técnico tem o desafio de repetir campanha vitoriosa no Rio de Janeiro em 2016

A pressão nos corredores do Morumbi era tamanha que o clima para que ele ficasse no São Paulo era insustentável e a antiga diretoria são-paulina articulou junto com a CBF para que ele conseguisse uma vaga na seleção olímpica, que havia demitido o técnico Carlos Amadeu – que teve desempenho desastroso no Campeonato Sul-Americano, ficando em 5º lugar. 

André Jardine teve o desafio de preparar a Seleção Olímpica para os jogos de Tóquio, mas durante a trajetória, que conquistou a vaga, conseguiu críticas de atletas que faziam parte do grupo, mas foram esquecidos na reta final, com o zagueiro Lyanco. Embota tenha uma geração bem talentosa nas mãos, constantemente o treinador é acusado de não conseguir tirar mais proveito dos atletas que tem. 

André Jardine chega aos Jogos Olímpicos pressionado por, se não a conquista da medalha de ouro, conseguir fazer com que a Seleção Brasileira tenha um bom rendimento, ainda mais contando com jogadores de destaques nos seus clubes, como Claudinho, Bruno Guimarães, Matheus Cunha, Antony e Malcom, além de Daniel Alves e Richarlison.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias