Seleçao > Neymar

Números de Neymar que a Colômbia deve parar contra o Brasil

Neymar começa a fazer história com o Brasil

Neymar com Paqueta
Neymar com Paqueta

Com Neymar em estado de graça, a seleção brasileira enfrentará a Colômbia nesta quarta-feira, na quarta jornada do grupo B da Copa América, com a ideia de somar os três pontos, garantir a liderança e ampliar sua seqüência invencível. A equipe de Tite, já classificada para as quartas de final do torneio, conquistou duas vitórias incontestáveis em seus dois primeiros jogos contra a Venezuela (3-0) e Peru (4-0). Canarinha já conquistou nove vitórias consecutivas

A seqüência começou em novembro de 2019 em amistoso contra a Coreia do Sul, foi cimentada no início das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 do Catar, com um seis em seis, e continuou na Copa América. Além disso, nos últimos seis jogos não sofreu nenhum gol e marcou quatorze.  O  equipamento funciona mesmo com rotações. No último jogo contra o Peru, Tite fez seis alterações aos onze titulares em relação à Venezuela e dominou da mesma forma.

Contra a Colômbia é possível que o treinador brasileiro continue a distribuir atas. Até o momento, 21 dos 24 convocados para esta Copa América já entraram em campo.  Apenas o goleiro Weverton, o meio-campista Douglas Luiz e o zagueiro Felipe ainda não fizeram sua estréia, este último está fora devido a uma torção no joelho que o fez perder os treinos de sexta e sábado.

O jogador do Brasil Neymar Jr (c) comemora com os companheiros Gabriel Jesus (i) e Everton Riveiro após marcarem contra a Venezuela. Foto: EFE

O avançado do Paris Saint-Germain é a alma desta equipa. Praticamente todas as jogadas perigosas passam por suas botas.  Ele já marcou dois gols nesta Copa América num total de 68 gols com a camisa da seleção nacional e tem chances de chegar a Pelé como o artilheiro do pentacampeão mundial (77).

Os três pontos frente à Colômbia garantem ao Brasil a liderança do grupo B na ausência de uma rodada e um cruzamento mais favorável nas quartas de final. O Canarinha lidera a área com seis pontos, dois a mais do próximo rival, que também tem mais um jogo. O café combinado, por sua vez, chega com dúvidas ao atender os anfitriões.

Apesar de estar na segunda posição do grupo, ele não tem garantia de classificação e menos depois dos dois últimos reveses contra a Venezuela (0-0) e Peru (1-2). As mudanças promovidas pelo técnico Reinaldo Rueda contra a equipe branca e vermelha resultaram em derrota e contra o todo-poderoso Brasil terá que escolher entre um conservador ou um valente onze, naquela que será sua última partida da fase de grupos.

Pelo menos o treinador poderá contar novamente com o interior de Luis Díaz, depois de cumprir um pênalti pela expulsão contra a Venezuela, e o pivô Matheus Uribe, que também perdeu o último compromisso devido ao acúmulo de cartas.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias