Copas Internacionais

A razão pela qual Éverton Ribeiro jamais deveria voltar a ser o capitão do Flamengo

Atuação de capitão do Flamengo foi alvo de duras críticas da Nação

Éverton Ribeiro foi duramente criticado por suas atitudes como capitão do Flamengo
Éverton Ribeiro foi duramente criticado por suas atitudes como capitão do Flamengo

Em jogo tecnicamente abaixo do esperado, o Flamengo venceu o Sporting Cristal por 2 a 0 nesta terça-feira (5) em jogo válido pela abertura da fase de grupos da Copa Libertadores da América. Os gols do Rubro-Negro foram marcados por Bruno Henrique e Matheuzinho, fora de casa.

Mais notícias da Copa Libertadores:

O único jogador do Flamengo que vale o dobro do elenco do Sporting Cristal

A escolha de Paulo Sousa para vestir a braçadeira de capitão gerou polêmica entre os torcedores. Éverton Ribeiro capitaneou o Flamengo na partida em Lima, mas suas atitudes em campo com a braçadeira rapidamente desagradaram a Nação. 

Em nenhum momento, Ribeiro foi visto fazendo ponderações com a arbitragem ou sequer conversando com o juiz responsável pelo confronto. Na maioria dos momentos, o capitão do Flamengo ficou “escondido” e sequer incentivava os seus companheiros. Posteriormente, Éverton Ribeiro deixou o campo e Willian Arão assumiu a braçadeira.

Os capitães do Flamengo

Por consenso, o Flamengo possui três capitães: Diego Alves, Diego Ribas e Éverton Ribeiro. Por conta da ausência dos “Diegos”, naturalmente “ER7” herdou a faixa, mas sua postura em campo na Libertadores pode fazer com que o meia perca este direito.

Mais notícias da Copa Libertadores:

A razão pela qual ausência de Arrascaeta quase arruinou o jogo do Flamengo na Libertadores

Romario Paz

Lic. em comunicação social, graduado pela Universidade Central do EquadorJornalista esportivo com experiência em Rádio Televisão e mídia digital. Boa pessoa para caramba!+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias