Copas Internacionais > Sul Americana 2021

A crise do futebol que o Goianiense causou ao vencer sua primeira partida da Copa Sul-Americana contra a LDU

Goianiense começou o torneio internacional com o pé direito

Goianiense ganhou seu primeira partida de Copa.
Goianiense ganhou seu primeira partida de Copa.

O Atlético Goianiense goleou a Liga de Quito por 4 a 0 nesta terça-feira, que só gerou algum perigo de bola parada, na primeira rodada do Grupo F da Copa Sul-Americana. A equipe de Umberto Louzer marcou todos os gols em um segundo tempo primoroso.

Mais notícias do futebol Brasileiro:

O craque do Palmeiras que deveria ir para a Copa do Mundo com a Seleção e despachar Casemiro

Jorginho abriu o placar aos 61 minutos e Shaylon ampliou a vantagem aos 76. Hayner fez o terceiro aos 86 minutos e Rickson fechou o placar aos 93 minutos, ambos saindo do banco, para bater a discreta equipe comandada pelo argentino técnico Pablo Marini, que ofereceu menos do que o esperado no Castelo do Dragão, em Goiânia.

A Liga de Quito, campeã da Libertadores em 2008 e da Sul-Americana em 2009, nunca buscou os três pontos com convicção, dissolveu-se com o primeiro gol contra e acabou goleada com justiça. Com esses três primeiros pontos, o Goianiense lidera o Grupo F, que é completado pelo chileno Antofagasta e pelo argentino Defesa e Justiça, rivais nesta quarta-feira. Apenas o primeiro se classifica para as oitavas de final.

O goianiense marcou território desde o início, orientado pelo meia Marlon Freitas, que acumulou até três chances nos primeiros minutos. A Liga de Quito resistiu como pôde com um meio-campo povoado por jogadores de futebol, que procuravam abafar a inspiração dos locais.

A outra ameaça eram as jogadas de estratégia. Em um deles, Caicedo cabeceou ao poste próximo de escanteio e obrigou Luan Polli a fazer a defesa da noite, na linha do gol, em um ato de puro reflexo. A resposta foi rápida. Três minutos depois, por Jorginho, que, após uma boa triangulação com Shaylon, chutou a seco, mas o goleiro uruguaio Gonzalo Falcón, bem colocado, evitou o primeiro.

Jogadores goianiense comemoram um gol contra a Liga de Quito. | Twitter

No segundo tempo, o Goianiense saiu com a mesma energia do início do primeiro e deu tudo certo. Foi um vendaval. Na primeira, Jorginho só teve que empurrar a bola após uma jogada de Wellington Rato. O meio-campista brasileiro vestiu-se de auxiliar na segunda, obra de Shaylon.

O lateral Hayner marcou o terceiro com a receita da Liga de Quito, numa jogada estratégica que terminou com um forte remate à entrada da área. Para finalizar o trabalho, o meio-campista Rickson aproveitou uma rejeição de Falcón para dar o toque final para uma estreia dos sonhos.

Após vencer a LDU, o técnico Marini foi demitido, com isso causando uma crise futebolística na equipe equatoriana, que não esperava perder dessa forma, com essa vitória o Goianiense pode garantir uma vaga para as oitavas de final do torneio internacional.

Mais notícias do futebol Brasileiro:

Uma fortuna; o novo celular comprado por Leila Pereira a jovem do Palmeiras após polêmica

Romario Paz

Lic. em comunicação social, graduado pela Universidade Central do EquadorJornalista esportivo com experiência em Rádio Televisão e mídia digital. Boa pessoa para caramba!+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias