Salário e Preço > Libertadores 2021

O mega salário que Abel Hernández e Juan Cazares recebem, as novas estrelas do Fluminense na Libertadores

Fluminense trouxe pacotão de reforços para sua volta à Libertadores

Trio estrangeiro chega com votos de esperança
Trio estrangeiro chega com votos de esperança

O Fluminense fez ótima temporada em 2020 e conseguiu voltar a disputar a Copa Libertadores da América depois de oito anos longe da maior competição de clubes da América do Sul. Após o fim do primeiro turno da fase de grupos, o Tricolor das Laranjeiras lidera o grupo B com o multicampeão River Plate e os colombianos Junior Barranquilla e Independiente Santa Fé.

E um torneio desses não é para qualquer ocasião, e por isso o Fluminense foi atrás de diversos reforços para qualificar ainda mais a equipe que terminou na quinta colocação do último Brasileirão. Chegaram Manoel, David Braz, Samuel Xavier, Wellington, Juan Cazares, Abel Hernández e Raúl Bobadilla, e os holofotes para os três últimos nomes são inevitáveis.

Fluminense não economizou nos reforços em 2021. Foto: Fatos

O trio estrangeiro chama atenção também pelos salários astronômicos de cada um, que beiram os R$ 400 mil com Cazares, Hernández e Bobadilla, abaixo ainda do artilheiro Fred que recebe R$ 500 mil de salário. Até o momento, o trio já participou de quatro gols, dois com o uruguaio Abel Hernández.

Missão na Libertadores parecia mais difícil

Ao cair no grupo D, o Fluminense já sabia que enfrentaria o River Plate, maior campeão do torneio desde 2007, mas está em boa fase com cinco pontos e na liderança da chave. A próxima partida será contra o Independiente Santa Fé nessa quarta-feira (12), às 21h, no Estádio do Maracanã, pela quarta rodada.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias