Qatar 2022

Saiu da prisão e sua vida mudou pra melhor, o novo carro de luxo de Ronaldinho

Por Romario Paz

Saiu da prisão e sua vida mudou pra melhor, o novo carro de luxo de Ronaldinho

Pentacampeão ostenta suas máquinas fora dos campos

Síguenos enSíguenos en Google News

Durante cinco meses, Ronaldinho Gaúcho ficou preso no Paraguai por ter tentado entrar no país com passaporte falsificado ao lado do seu irmão, o ex-jogador Assis. Depois que foi libertado, sua vida voltou aos eixos. O pentacampeão voltou a participar de jogos festivos e beneficentes mundo afora, continuou com os seus “rolês aleatórios” e também embolsou milhões de reais.

Campeão da Copa do Mundo, da Liga dos Campeões da Europa e da Copa Libertadores da América, o brasileiro também se tornou, recentemente, presidente da Kings League Brasil, após ter disputado o torneio na Espanha, criado pelo seu amigo e ex-jogador do Barcelona, o ex-zagueiro Gerard Piqué. Conhecido por sua habilidade fora do comum, R10 se aposentou em 2018, embora seu último jogo oficial tenha ocorrido em 2015, com a camisa do Fluminense.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

O Grêmio não jogou nada, mas estrela foi quem deu esperança na Copa do Brasil, loucura

Desespero no São Paulo, Arboleda saiu lesionado e este é o diagnóstico, temporada perdida

Além disso, R10 também tem dado andamento aos seus projetos, como o Açaí by Ronaldinho e a produtora musical Tropa do Bruxo, alguns de seus vários empreendimentos fora dos gramados. Porém, se tem uma coisa que não mudou até agora foi o seu gosto por carrões de luxo. Desde a época em que jogava no Barça, o “Bruxo” gostava de ostentar, como com seu Hummer H2.

Máquinas iguais

Quando ganhou o seu primeiro prêmio de melhor jogador do mundo pela FIFA, em 2004, o brasileiro foi presenteado com um Bugatti Veyron, que é avaliado em cerca de R$ 16 milhões no Brasil. Quem também tem um carro luxuoso desses é um de seus ex-companheiros do Barça: Andrés Iniesta, que deixou recentemente o Vissel Kobe, do Japão. Herói do título da Espanha na Copa do Mundo de 2010, o maestro também ostenta um Bugatti desses.


Mais notícias