Qatar 2022

Enquanto Ronaldo Fenômeno manda no Cruzeiro, os negócios rendem fortuna a Adriano

Por Jorge Dias

Enquanto Ronaldo Fenômeno manda no Cruzeiro, os negócios rendem fortuna a Adriano

Adriano Imperador vive tranquilamente no Rio de Janeiro com a fortuna que acumulou

Síguenos enSíguenos en Google News

Adriano Imperador e Ronaldo Fenômeno são dois grandes centroavantes da história do futebol brasileiro. Os dois estiveram juntos na Seleção Brasileira e disputaram a Copa do Mundo de 2006. Atualmente, eles vivem realidades bem diferentes. Ronaldo é um empresário de sucesso e é dono do Cruzeiro e do Real Valladolid, clube espanhol que disputa a La Liga. 

Com o sucesso dentro de campo, e os seus empreendimentos, Ronaldo Fenômeno acumulou uma fortuna gigantesca. Estima-se que o ex-jogador possua uma patrimônio de R$ 1 bilhão. Além disso, Fenômeno é embaixador de diversas marcas, entre elas: Betfair (casa de apostas), PokerStars (site de pôquer) e Nike. 

Mais notícias do Futebol Brasileiro: 

Enquanto Ronaldo ficou bilionário, o seu companheiro que acabou preso

Enquanto o Mancheter United quer Neymar, o clube que pode contratar Firmino

Por outro lado, Adriano Imperador possui uma fortuna de R$ 60 milhões, e atualmente vive tranquilamente no Rio de Janeiro. O ex-jogador do Flamengo é dono de imóveis no Rio, e é garoto propaganda de diversas marcas, entre elas, a Brahma, uma das maiores marcas de cerveja do mundo e da Bet365Pix, casa de apostas.

Além do talent, Adriano e Ronaldo tem outra coisa em comum, ambos poderiam ter sido ainda maiores para o futebol. O Imperador acabou desperdiçando parte da sua carreira por polêmicas extra-campo e falta de compromisso. Já o Fenômeno teve sérias lesões no joelho, e que acabaram encurtando a sua trajetória no futebol. 

Números de Ronaldo e Adriano

Em sua carreira, Ronaldo Fenômeno disputou 615 jogos, marcou 414 gols, conquistou as Copas do Mundo de 1994 e 2002 e foi eleito três vezes melhor jogador do mundo. Adriano também teve uma carreira de sucesso, disputou 427 jogos, marcou 202  gols, e foi campeão brasileiro com o Flamengo e Corinthians. 

 

 


Mais notícias