Brasileiros pelo Mundo > Neymar

"Vou morrer em campo se for preciso": Neymar buscará a classificação contra o Manchester City, na Inglaterra

Neymar buscará a todo custo a vitória com o PSG contra o Manchester City. A estrela brasileira se declarou para o canal oficial do clube parisiense

A estrela brasileira se declarou para o canal oficial do clube parisiense
A estrela brasileira se declarou para o canal oficial do clube parisiense

O jogo do PSG contra o Manchester City é uma final antecipada. Duas das equipes mais milionárias se enfrentam em busca de uma vaga na final da Liga dos Campeões. E se falamos de citações, sai um dos jogadores mais caros dos parisienses. Neymar é um deles e para ele não resta outra opção senão conquistar a vitória na visita à Inglaterra.

A missão não é nada fácil, o PSG sabe que enfrentará uma das melhores equipas da Europa. No entanto, eles não perdem a fé. A este desafio, vem à tona a figura de Neymar, que não perde as esperanças de classificação apesar da possível ausência de Mbappé, seu parceiro na área.

Pelo canal do PSG, o craque brasileiro declarou não se importar com as estatísticas que detalham as seleções como parte de um fracasso em situação semelhante à dos parisienses. “Temos um jogo muito difícil contra o Manchester City, mas temos que acreditar, não importa o que as estatísticas digam sobre nossas chances de vitória”, disse o brasileiro.

Neymar buscará a todo custo a vitória com o PSG contra o Manchester City

O 10 do PSG afirmou que dará tudo de si para conseguir um lugar na final. “Todos os parisienses têm que acreditar em nós e eu primeiro. Estou na linha de frente, sou o primeiro guerreiro desta batalha. Vou dar o meu melhor e dar o meu melhor para me qualificar, mesmo que isso signifique morrer em campo. "

O sonho do PSG de disputar a sua segunda final consecutiva da Champions League (depois de perder a primeira da sua história a 20 de agosto, neste caso por 0-1 em Lisboa frente ao Bayern, que nesta edição deixou de fora nas quartas de final) Foi muito difícil para Pochettino após a derrota por 1-2 no primeiro jogo contra o City.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias