Brasileiros pelo Mundo > Brasileiros Pelo Mundo

Por uma nova oportunidade: O time inglês que quer Philippe Coutinho quer, sim ou sim

Arsenal e Everton têm interesse em assumir o comando do brasileiro, mas terão de esperar que ele se recupere da lesão para fazer a oferta.

Coutinho sairia de Barcelona neste mercado de passes.
Coutinho sairia de Barcelona neste mercado de passes.

Philippe Coutinho parecia dar passos no início do curso sob a asa de Ronald Koeman. Depois de voltar do Bayern com a Liga dos Campeões sob o braço, o treinador holandês confiou nele e foi titular nos primeiros jogos da temporada. No entanto, com o passar das datas, ele foi perdendo preponderância no esquema de Blaugrana até que, em 29 de dezembro, uma lesão contra o Eibar freou o craque. Não voltou a vestir-se com short, mas isso não o impede de continuar a ter um bom cartaz na Premier League.

O brasileiro triunfou no Liverpool, o que lhe valeu a contratação mais cara da história do Barça em janeiro de 2018, e Arsenal e Everton não querem perder a oportunidade de pegar um jogador que não há muito tempo era um dos melhores da competição britânica, tanto Gunners quanto Toffees escreveram o nome do craque em sua agenda de futuros específicos.

Claro que a licitação terá de esperar, pelo menos, até julho, altura em que, a priori, terminaria a reabilitação da artroscopia a que foi submetido no mês passado. Uma provação que começou no já citado confronto com a equipe de armeiros e que o fez operar três vezes o joelho desde janeiro. Esses arremessos o fizeram perder a Copa América, como reconheceu o médico da Seleção Verdeamarelha em abril passado.

Coutinho com o Barcelona Foto: ALBERT GEA REUTERS

Saudade antiga

O interesse do Arsenal e do Everton vem de longe. Na verdade, um mês atrás, foi dito que os homens de Ancelotti poderiam oferecer ao Barça 40 milhões para pousar nosso protagonista em Goodison Park. Movimento que certamente causaria polêmica, já que os Toffees são os arquiinimigos do Liverpool por ser a melhor equipe de Merseyside ... No Arsenal, por sua vez, ocuparia o lugar deixado por Odegaard após seu retorno ao Real Madrid, desde que Arteta não saia impune e pegue o norueguês na próxima temporada.

Até que Coutinho tivesse que se despedir da temporada, conseguiu disputar 14 partidas pelo Barcelona, que, se os rumores se cristalizassem, deixariam sua bagagem estatística como um blaugrana em 90 jogos disputados em três anos e meio, nos quais conseguiu marcar 23 gols e entregar 14 assistências. Seu recorde, mais levando em consideração os sucessos coletivos de sua transferência em Munique, cresceu desde que ele deixou Anfield, no entanto, em termos de desempenho esportivo, ele não conseguiu corresponder às altas expectativas de sua contratação.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias