Série A > Brasileiros Pelo Mundo

O motivo que levou o Barcelona a se desfazer de Philippe Coutinho e apróxima-lo de ex-treinador do futebol brasileiro

O jogador teve rendimento abaixo do esperado e teve situação no clube definida 

Jogador já não faz mais parte dos planos do Barcelona
Jogador já não faz mais parte dos planos do Barcelona

O Barcelona definiu que o meia Philippe Coutinho não fará mais parte do elenco do clube catalão e essa decisão não teria mais volta, segundo apontou o jornal “Sport”.  O desempenho abaixo do esperado pelos mandatários catalães foi o principal motivo para que o clube decidisse pela saída do atleta brasileiro. 

Havia uma grande preocupação sobre qual seria o estado físico do jogador, após a cirurgia que ele fez no final de abril, no Brasil, para a retirada de um cisto no menisco do joelho esquerdo pelo Dr. Rodrigo Lasmar, médico da Seleção Brasileira, com supervisão do Barcelona. A intervenção se deu após uma lesão no menisco externo do joelho operado ainda em 2020.

Foto: Reprodução - Jogador sofreu diversas lesões no clube que decidiu liberar o jogador

Philippe Coutinho sofreu complicações da lesão e ficou fora de ação por cerca de sete meses. Com o início da pré-temporada 2021-22, o jogador voltou ao Barcelona e passou por análises da equipe médica catalã descartando uma nova cirurgia e que está apto a voltar aos campos. 

Agora, o Barcelona tem por objetivo de liberar o jogador para encontrar um novo clube. Nas últimas semanas, foi revelado que o Olympique de Marselha, de Jorge Sampaoli, tem o desejo de contar com o jogador e estaria procurando um parceiro para viabilizar o negócio, além de equipes da Inglaterra interessadas no jogador. 

Philippe Coutinho chegou ao Barcelona no início de 2018, por 120 milhões de euros, quase R$ 470 milhões na época), além de 40 milhões de euros variáveis e 20 milhões para jogar 100 jogos, mas acabou entrando em campo apenas em 90 pela equipe.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias