Eliminatorias Catar 2022 > Copas Internacionais

Velozes e furiosos: A eliminatória se definem em menos de um ano, quando e onde o Brasil joga?

Brasil terá um duro teste no retorno das eliminatórias, visitando o Equador, enquanto no dia seguinte receberá o Paraguai

Conmebol confirma programação para as datas 7 e 8 das Eliminatórias
Conmebol confirma programação para as datas 7 e 8 das Eliminatórias

Desde a mudança de formato em 1996, as Eliminatórias Sul-Americanas são a competição mais extensa e competitiva do mundo. A segunda parte da declaração é imprudente, mas muito difícil de refutar. Tem muitos dos melhores jogadores do futebol europeu, equipas com história e prestígio, várias dificuldades que vão desde o desporto à geografia e uma duração única. Mas esse último ponto foi modificado pela pandemia e o que em outros tempos durou quase dois anos, hoje terá que ser resolvido em pouco mais de dez meses. Isso é bom ou ruim para as seleções? Depende da aparência.

Por um lado, o fato de a classificação para a Copa do Mundo ser definida em um tempo bem menor do que o normal evita vários dos problemas típicos. Porque neste campeonato os treinadores devem lidar com mudanças de todos os tipos em seus jogadores, desde as desacelerações do futebol típicas de cada época do ano até a simples deterioração cronológica de suas qualidades, que em duas temporadas pode ser notada muito. Então a preparação é diferente, mais parecida com um torneio curto, em que as equipes variam menos.

As 14 datas que se realizarão entre junho deste ano e março de 2022 nos obrigam a repensar a forma de enfrentá-las. Com dois jogos a cada vários meses, os nomes podem ser trocados e até mesmo as lesões não são tão prejudiciais porque há melhores chances de recuperação. Por outro lado, com este formato apressado, qualquer grande problema físico pode causar a perda de vários jogos e, então, montar um onze fixo com poucas alterações passa a ser o desejo de todos.

Brasil candidato para chegar a Copa do mundo 2022

Embora ainda não esteja confirmado, em apenas cinco meses de 2021 serão disputados dez dias, com janelas de duas e três datas. O destino dos dez selecionados será definido entre junho e novembro, com um calendário que também conta com a Copa América entre os dois. Serão semanas de enorme tensão e desgaste, em que a capacidade mental e emocional pode ser tão importante quanto as respostas no futebol.

Brasil campeão da Copa América 2019

Brasil terá um duro teste no retorno das eliminatórias, visitando o Equador, enquanto no dia seguinte receberá o Paraguai.

O cronograma era o seguinte:

Data 7 (horas do Brasil):

Quinta-feira, 3 de junho

- Bolívia x Venezuela
A paz
17:00

- Uruguai vs Paraguai
Montevidéu
Cinco da tarde

- Argentina x Chile
Santiago del Estero
21:00

- Peru vs Colômbia
Lima
22:00

Sexta-feira, 4 de junho

- Brasil vs Equador
Porto Alegre
21:30


Data 8 (horas do Brasil)

Terça-feira, 8 de junho

- Equador vs Peru
Quito
18:00

- Venezuela vs Uruguai
Caracas
19:30

- Colômbia vs Argentina
Barranquilla
20:00

- Paraguai x Brasil
Cidade de assunção
21:30

- Chile vs Bolívia
Santiago
22:30

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias