Qatar 2022

O que diz a FIFA sobre o gol anulado de Richarlison no Brasil x Peru

Por Romario Paz

O que diz a FIFA sobre o gol anulado de Richarlison no Brasil x Peru

Richarlison marca, mas seu gol é anulado: FIFA define a situação de impedimento

Síguenos enSíguenos en Google News

O craque brasileiro Richarlison viveu um momento de emoções mistas na partida da segunda rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026, contra o Peru. Depois de uma atuação marcante na partida anterior contra a Bolívia, onde não conseguiu converter oportunidades de gol, desta vez teve a oportunidade de se redimir.

Richarlison, que havia sofrido após a partida anterior, parecia ter encontrado a redenção ao marcar o segundo gol da partida contra o Peru. Porém, a alegria em campo rapidamente desapareceu quando o árbitro anulou o gol, deixando o jogador brasileiro perplexo.

A decisão de anular o gol foi baseada na interpretação da regra do impedimento pelo juiz de linha. Segundo a Fifa, a regra estabelece três casos específicos: interferir no jogo, interferir no adversário e aproveitar a situação de impedimento.

Neste caso, a FIFA considerou que Richarlison interferiu no jogo ao estar em posição de impedimento antes de marcar o gol. Embora o jogador não tenha tocado na bola logo após o rebote, sua posição inicial de impedimento foi suficiente para que o gol fosse anulado.

A interpretação destas regras pelo árbitro continua sendo objeto de controvérsia, pois se debate quais movimentos são considerados interferência no adversário. Richarlison e a seleção brasileira manifestaram sua discordância com a decisão, mas a regra foi aplicada com rigor neste caso.

Este episódio destaca a importância da clareza das regras e da interpretação precisa no futebol moderno. Enquanto isso, Richarlison e o Brasil continuarão sua trajetória nas Eliminatórias rumo à Copa do Mundo de 2026, na esperança de superar os desafios que surgirem pelo caminho.

Tópicos


Mais notícias