Qatar 2022

Nem Messi nem Mbappé, o campeão mundial que defendeu Vini Jr na Espanha

Por Romario Paz

Nem Messi nem Mbappé, o campeão mundial que defendeu Vini Jr na Espanha

Jogador brasileiro foi defendido por várias personalidades do esporte no mundo inteiro

Síguenos enSíguenos en Google News

Principal jogador do Real Madrid há alguns anos, Vinicius Junior tem sofrido com ofensas racistas durante todos os jogos do time madridista fora de casa. No último domingo (21), após derrota por 1 a 0 para o Valencia, pelo Campeonato Espanhol, isso voltou a acontecer. O craque brasileiro foi ofendido várias vezes por todo o estádio, chamado de “macaco”.

O mundo se revoltou também contra a expulsão do brasileiro, que revidou uma agressão do goleiro adversário, levou um “mata-leão” de um outro jogador do Valencia, e ainda assim foi expulso. Pelas redes sociais, o ex-atacante Ronaldo Fenômeno, que é dono do Real Valladolid e já atuou por Barcelona e Real Madrid, detonou a La Liga.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

Luis Suárez e Vina tentaram pelo Grêmio, mas não evitaram a revolta de Renato Gaúcho

Nem Luxemburgo aguenta mais, o jogador do Corinthians que irrita a torcida

“Mais uma vez, episódio de racismo na La Liga, e mais uma vez com o Vinicius Junior! Até quando? Enquanto houver impunidade, haverá racismo. É inadmissível que árbitros, Federação e autoridades não façam absolutamente nada para acabar com isso! Estou com o Vini para o que der e vier” – disse o pentacampeão.

Mais alvos de racismo

O Fenômeno também já sentiu na pele as ofensas de torcedores rivais do Real Madrid em sua época de jogador. Seu grande companheiro de clube e Seleção Brasileira, o ex-lateral Roberto Carlos, campeão mundial em 2002 e um dos maiores ícones da história do clube madridista, constantemente sofria racismo na Espanha, assim como o também lateral Marcelo, hoje no Fluminense. Ele chegou a ser xingado de “macaco” pela própria torcida valenciana.

Tópicos


Mais notícias