Qatar 2022

Enquanto Ronaldinho gastava seu dinheiro em festa, o que Vinicius faz com seu salário

Por Romario Paz

Enquanto Ronaldinho gastava seu dinheiro em festa, o que Vinicius faz com seu salário

Jogador do Real Madrid foi alvo de racismo no último domingo (21)

Síguenos enSíguenos en Google News

Apenas um ano depois de começar a jogar pelo Real Madrid, Vinícius Júnior comprou uma mansão na zona norte de Madrid. Há muitas vozes hoje em dia apontando que o atacante brasileiro acabará deixando o clube devido aos insultos racistas que recebe nos campos de futebol. Ele já conquistou praticamente todos os títulos possíveis, desde a Liga dos Campeões da Europa, o Mundial de Clubes da FIFA e a Supercopa da UEFA, até a La LigaCopa do Rei e a Supercopa da Espanha.

Aos 22 anos, a trajetória do brasileiro tem sido meteórica. Trocou o Flamengo pelo time espanhol quando atingiu a maioridade. Estreou-se em julho de 2018 e passado um ano, em agosto de 2019, investiu mais de R$ 4 milhões numa mansão numa das zonas mais exclusivas da capital espanhola. Uma casa com jardim e piscina, claro, implantada em um terreno de mais de 2.000 metros quadrados que toda a sua família desfruta.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

Esperança do Grêmio foi ao fundo do poço quando esta estrela se lesionou contra o Cruzeiro

Fagner tem carro de luxo no Corinthians, mas Van de Roger Guedes nos deixa de boca aberta

O jogador deixou o Rio de Janeiro ainda muito jovem, onde deixou um rastro de conquistas em todas as categorias de base com a camisa do Mengão. No profissional, porém, não ergueu taças, mas chegou perto. Lançado pelo técnico Reinaldo Rueda, ele foi vice-campeão da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana. No título do Campeonato Carioca de 2017, conquistado ainda sob o comando de Zé Ricardo, Vinicius ainda não estava integrado ao grupo profissional.

Perseguido pelos adversários

Recentemente, o atacante brasileiro foi alvo de racismo por parte dos torcedores do Valencia no último domingo (21). O atacante foi hostilizado desde a chegada do time espanhol ao Estádio Mestalla com cânticos racistas e gritos de "macaco" direcionados a ele. Durante a partida, boa parte da torcida do time mandante o hostilizou e fez sons de macaco para ofendê-lo. Vinicius Junior foi expulso após ter revidado a agressão do goleiro rival, mas a RFEF anulou o cartão vermelho.

Tópicos


Mais notícias