Qatar 2022

Enquanto Maradona tinha um BMW de luxo, o humilde carro que Pelé deixou

Por Romario Paz

Enquanto Maradona tinha um BMW de luxo, o humilde carro que Pelé deixou

Rei do Futebol chegou a ganhar um carro "top" na época do milésimo gol

Síguenos enSíguenos en Google News

Nos últimos anos, os fãs de futebol ficaram órfãos de grandes ídolos. Em 2016, o holandês Johan Cruyff morria aos 68 anos de idade, vítima de problemas de saúde acarretados por muitos anos fumando. Em 2020, Diego Armando Maradona, tratado como um Deus pelos argentinos, morria aos 60 anos de idade, vítima de complicações cardíacas em sua casa na região metropolitana de Buenos Aires.

E no dia 29 de dezembro de 2022, o mundo perdeu o maior jogador de todos os tempos: Edson Arantes do Nascimento. Sua majestade, Pelé. O Rei do Futebol partiu aos 82 anos de idade, vítima de problemas de saúde com os quais vinha convivendo nos últimos dois anos e meio. O mundo parou para se despedir dos dois maiores camisas 10 da história do futebol mundial, com o brasileiro sendo campeão do mundo três vezes, e o hermano apenas uma, em 1986.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

O motivo que fez o Grêmio sair sob vaias contra o Fortaleza deixou Renato de cabelos em pé

O Grêmio jogou mal de novo, mas dessa vez a torcida não deixou barato e tomou esta atitude

Fora dos campos, Dieguito gostava de ostentar. O ex-camisa 10 do Boca Juniors e do Napoli chegou a ter uma BMW i5 de quase R$ 700 mil, enquanto o Rei do Futebol era mais modesto em relação a isso. Quando chegou para jogar no Santos e se tornou profissional, Pelé ganhou um Volkswagen Fusca, com o qual se locomovia pela cidade, além do Romi-Isetta, após ser campeão do mundo pela primeira vez, em 1958.

O carro do milésimo gol

Porém, o que mais chama atenção é o Mercedes Benz 250 W114. Pelé foi presenteado pelo empresário alemão Roland Endler após marcar o seu milésimo gol, em 1969. O carro pode ser visto no cemitério de carros antigos do Memorial Necrópole Ecumênica, em Santos. O local é o mesmo onde o Rei está sepultado desde janeiro. O mausoléu, inclusive, está aberto para visitação pública.

Tópicos


Mais notícias