Jogadores

Enquanto Cássio está fora do Corinthians, o golpe baixo de Carlos Miguel nele

Por Tomas Porto

Cássio e Carlos Miguel

Disputa entre Cássio e Carlos Miguel pega fogo no Corinthians

Síguenos enSíguenos en Google News

Tudo mudou no Corinthians desde a chegada do treinador português António Oliveira. Após um começo desastroso de temporada, o Timão agora acumula bons resultados e exibições. Dentro desse cenário, o Corinthians de António soma vitórias contra Portuguesa, Botafogo-SP e Cianorte (Copa do Brasil), além de um empate considerado heroico contra o Palmeiras. Logo, o torcedor corintiano começa a ficar empolgada. O clube ainda tem uma missão difícil que é conseguir uma vaga na próxima fase do Campeonato Paulista. Com 10 pontos, o Corinthians é o lanterna do grupo C e terá que vencer as partidas contra Ponte Preta, Santo André e Água Santa.

No clássico contra o Palmeiras, o goleiro e ídolo Cássio teve uma exibição questionada pelo torcedor. Nos dois gols marcados pelo Verdão, foi comentado que o goleiro falhou. Além disso, ele se envolveu em choque forte com o atacante Rony e acabou sendo expulso. Ainda assim, Cássio se deu mal no lance, já que teve uma lesão no quadril.

Portanto, contra o Cianorte, o goleiro Carlos Miguel assumiu a vaga de titular. O Corinthians fez uma boa partida, com amplo domínio e venceu pelo placar de 0x3, com gol de Wesley e dois de Ángel Romero. Carlos Miguel, que foi exigido poucas vezes, mostrou segurança no posto de goleiro do Timão.

Carlos Miguel vai voltar a ser titular do Corinthians neste domingo (25) contra a Ponte Preta dentro da Neo Química Arena, devido a suspensão de Cássio. Assim, o jogador vai acumular dois jogos seguidos iniciando na meta do Timão.

Carlos Miguel tem números impressionantes com a camisa do Corinthians

Carlos Miguel estreou com a camisa do Corinthians em julho de 2022. Desde lá, foram 12 partidas que o goleiro atuou. O grande fato é que o Timão está invicto com Carlos Miguel no gol, sendo 10 vitórias e 2 empates.

Carlos Miguel registra 8 jogos sem sofrer gols e de acordo com o Sofascore, ele defendeu 91% das bolas que chegaram à meta.


Mais notícias