Copas Internacionais > Libertadores 2021

A maior mudança da Copa Libertadores que o Flamengo pode usar a seu favor para ser campeão

Copa Libertadores pode mudar de vez a partir de 2022

Mudança na Copa Libertadores afeta o Flamengo e outros clubes brasileiros
Mudança na Copa Libertadores afeta o Flamengo e outros clubes brasileiros

A Copa Libertadores da América é o sonho de consumo das equipes da América do Sul. A busca pela glória eterna é incansavelmente colocada como maior objetivo de uma temporada e os clubes brasileiros têm sucesso com o maior campeonato de clubes do continente já que ganharam três das últimas quatro edições com Grêmio, Flamengo e Palmeiras.

E as competições, assim como o futebol, estão em constantes mudanças, e uma delas pode mudar de vez a Copa Libertadores da América a partir de 2022 com o fim do gol qualificado, ou seja, não teria mais o gol fora de caso como peso de desempate em caso de igualdade no placar após duas partidas, fato que pode ajudar times como o Flamengo que tinham o fator torcida a favor.

Copa Libertadores muda a partir de 2022. Foto: Arquibancada Tricolor

A Conmebol tenta fazer a mudança o quanto antes para já acostumar as equipes sul-americanas, mas os brasileiros podem sair na frente pelo fato da Copa do Brasil já usar esse sistema de disputa em torneios de mata-mata. Nos últimos anos da Copa Libertadores, o Palmeiras foi injustiçado na eliminação diante do Grêmio nas quartas de final de 2019, enquanto o Grêmio não cairia fora da Libertadores de 2018 na semifinal ao ser eliminado pelo River Plate.

E quando volta a Copa Libertadores da América 2021?

A Copa Libertadores 2021 volta no dia 13 de junho com os jogos de ida das oitavas de final que conta com seis brasileiros: Flamengo, Palmeiras, Atlético-MG, Internacional, Fluminense e São Paulo.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias