Tecnicos

Ele quase arruinou o Santos: provável novo time de Fabián Bustos está cheio de polêmicas na América do Sul

Técnico não deixou saudades na Vila Belmiro

Fabián Bustos em treino no Santos
Fabián Bustos em treino no Santos

Desde que foi demitido do Santos, no começo do mês passado, o técnico Fabián Bustos não deixou a cidade, sendo visto constantemente por alguns torcedores. Mas a estadia do argentino na cidade brasileira poderia estar perto do fim. Recentemente, dirigentes do 9 de Octubre, de Guayaquil, sondaram o treinador. Porém, segundo uma rádio equatoriana, Bustos teria dito que não tem a intenção de assumir nenhum time do Equador no momento, dizendo que não recebeu nenhuma proposta, e de que são apenas rumores.

O Peixe foi o primeiro clube que Bustos treinou fora do Equador. Passou por Manta FC, Deportivo Quito, Imbabura, Macará, Manta FC, Delfín, LDU Portoviejo e Barcelona de Guayaquil. Nesse período, ele ainda foi diretor de futebol no Delfin e na LDU de Portoviejo. Natural de Córdoba, na Argentina, ele jamais treinou um time de seu país natal.

Mais notícias de ecuatorianos:

Enquanto Bryan Angulo fica no Santos, é assim que os torcedores do Peixe comemoram a saída de Jhojan Julio

O ídolo do Santos que Fabian Bustos não respeitava: quase arruinou a carreira e agora joga na Série B

Fabián Bustos não durou muito no Santos

A passagem de Fabián Bustos pelo Santos durou menos de cinco meses. Ele chegou em março, conseguiu evitar o rebaixamento no Campeonato Paulista e se classificou em seu grupo na Copa Sul-Americana. Porém, algumas escalações do treinador e insistência em jogadores que não rendiam, como Jhojan Julio, irritavam o torcedor santista. Principalmente por abdicar dos meninos da base, como o ponta Lucas Barbosa e o centroavante Rwan Seco.

Com isso, a derrota para o Corinthians por 4 a 0 no primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil azedou a relação do técnico com o grupo. Isso porque, na coletiva pós-jogo, Bustos disse que "se sentia envergonhado" e que "tiraria todos de campo, se pudesse", com exceção do goleiro João Paulo e do atacante Marcos Leonardo. A gota d'água foi a eliminação na Sul-Americana, quando o Peixe caiu diante do Deportivo Táchira nos pênaltis. 

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias