Série A

Turco Mohamed e a razão insólita pela qual descartou Junior Alonso para escalar Diego Godín

Treinador explicou o motivo de titularidade de contestado Godín

A razão pela qual El Turco optou por escalar Godín e preterir Alonso
A razão pela qual El Turco optou por escalar Godín e preterir Alonso

O Atlético Mineiro protagonizou um duelo agitado contra o América Mineiro na última quarta-feira (13) no Mineirão. O empate em 1 a 1 foi válido pela segunda rodada do grupo D da Copa Libertadores da América. Felipe Azevedo marcou para o Coelho e Ademir empatou para o Galo.

Mais notícias do futebol brasileiro:

Um dos maiores; o mega salário de Otávio no Atlético Mineiro para ser reserva

Um dos destaques negativos do time atleticano foi o zagueiro Diego Godín, que voltou a falhar. Desta vez, o uruguaio não teve velocidade para acompanhar Felipe Azevedo no gol que abriu o placar no Mineirão e sua escalação voltou a ser contestada. O técnico atleticano, Turco Mohamed, explicou a opção por Godín ao invés de Junior Alonso, tão pedido pela torcida.

“Godín é um jogador de hierarquia e já jogou contra outros jogadores rápidos. São situações que podem acontecer na partida. Não gosto de falar de uma situação específica. Ele resolveu outros tipos de situação, e não há problema. O erro é parte do jogo. Nossa intenção era jogar com jogadores que estivessem mais descansados, que não tenham tantos jogos", declarou El Turco.

Sobre Alonso

“Junior não jogava fazia tempo e já tinha jogado dois jogos consecutivos. Tivemos que cuidar de Nathan, porque tinha levado cartão amarelo e feito outras duas faltas. É um jogo em que às vezes as coisas não saem como planejamos. Quando a equipe não ganha ou quando comete um erro, sempre a culpa é minha, do treinador. Sempre, sempre. Quando há um planejamento mal feito, assumo minha responsabilidade", completou.

Mais notícias do futebol brasileiro:

Desprezou o Atlético Mineiro por dinheiro; o time de baixo nível que jogaria Diego Costa

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias