Série A

Felipão humilhou tanto o jogador do Furacão que agora ele quer ir embora

Meia segue sem espaço com o treinador

Felipão
Felipão

Engana-se quem pensa que a recuperação do Athletico Paranaense tem apenas lados bons, o relacionamento do seu treinador, Felipão, com o restante do elenco é muita das vezes atribulado. Recentemente, o professor barrou um dos principais jogadores da temporada do Furacão, sem explicação aparente, após tantas humilhações, Marlos agora quer deixar o clube.

Coube a Petraglia entrar na conversa e tentar amenizar a vontade do jogador que não atua desde 26 de maio quando jogou contra o Caracas pela Libertadores. O meia de 34 anos foi deixado de lado ao relento pelo veterano treinador, e agora com a chegada de Fernandinho, dificilmente o usará em alguma outra função.

Mais notícias do Futebol brasileiro

Casas, carros: Tudo o que o Santos pode tirar de Christian Cueva pela demanda milionária do Peixe

Recebeu muito "pouco" no Brasil: A fortuna que Miller Bolaños fez na China e o que ele pode se gabar

O meia pretende deixar o clube antes do término de seu contrato, que expira em dezembro desse ano, para rumar em outra equipe brasileira. Porém, o jogador é um amigo próximo do presidente Mario Celso Petraglia, e que vem tentando apaziguar os ânimos do treinador e do staff do atleta, que recentemente vazou para a imprensa a vontade do jogador.

“Esse menino é de altíssimo nível. Ainda jogará por muitos anos. Ele se lesionou. A intenção dele era falar com a diretoria para parar de jogar. Ele disse que pode ser que lesione outras vezes e que não dê retorno. Não aceitamos. Ele é atleticano, quis jogar no Athletico, continuar no Athletico. O único risco é a questão pessoal, de querer se aposentar, isso não há como impedir. Mas está tudo sob controle”, afirmou o presidente.

Jogador não conseguiu atuar no domingo

Segundo informações dadas pelo clube, no domingo, o técnico Felipão havia chamado o atleta e estava pronto para promover a substituição quando Marlos sentiu uma forte dor na panturrilha. A alteração precisou ser trocada, e o jogador passou por exames médicos. A relação do atleta com o treinador não é das melhores.

Jorge Dias

Jornalista formado pela Universidade P. Mackenzie em 2013, mas atuo desde 2008 com textos esportivos. Já trabalhei no Diário Lance! como diagramador e jornalista, de 2010 a 2016. Escrevi para Surto Olímpico, Bola Parada, Torcedores.com e Punteiro Izquierdo.+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias