Série A

Atlético Mineiro vai ter que pagar fortuna por jogador desempregado

Galo foi condenado a pagar bolada para defensor que passou pelo clube

Jogadores comemorando
Jogadores comemorando

O Atlético Mineiro vai ter que pagar cerca de 12 milhões de reais para o zagueiro Frickson Erazo e seus empresários. O equatoriano passou pelo futebol brasileiro entre 2014 e 2018. No galo, ele atuou entre 2016 e 2017. Ele ainda passou por Vasco, Grêmio e Flamengo.

Mais notícias do Atlético Mineiro:

Centroavante que custou milhões ao Atlético, preterido por solução barata

O clube mineiro vai ter que pagar 7,3 milhões ao empresário André Cury que intermediou a negociação. Os outros quase 5 milhões serão para o zagueiro. O clube já recorreu, mas teve o recurso negado pela justiça de São Paulo, onde o caso corre.

O zagueiro está sem clube desde 2020. O último clube que o jogador defendeu foi o Nueve de Octubre, do Equador. Ele chegou ao Brasil depois de ter passado pela seleção equatoriana e com o apelido de “El Elegante”. Ele chegou a disputar a Copa do Mundo de 2014 com sua seleção, quando atuava no Flamengo.

Números de Erazo no Brasil

Ele chegou ao Brasil trazido pelo Flamengo, em 2014, mas disputou apenas 7 partidas pelo rubro-negro. Em 2015, ele foi emprestado para o Grêmio, onde teve boas atuações. No ano seguinte o Atlético Mineiro comprou o jogador, ele realizou 46 partidas pelo clube. Em 2018, ele foi emprestado para o Vasco, onde atuou por seis meses, antes de rescindir com o galo e voltar para o Barcelona de Guayaquil.

Mais notícias do Atlético Mineiro:

Jogador deixa gramado chorando e preocupa torcida do Atlético Mineiro

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias