Salário e Preço > Corinthians

Não está fácil para o Corinthians: o time que também quer Gabriel Torres, estrela no Equador

Atacante é desejo de clubes brasileiros  

Timão ganha concorrência por Gabriel Torres.
Timão ganha concorrência por Gabriel Torres.

Não teria forma melhor do Corinthians encerrar 2020. Após diversos motivos que arruinaram a temporada do clube como troca de técnicos, eliminação na pré-Libertadores e nas oitavas de final da Copa do Brasil e a perda do Campeonato Paulista para o Palmeiras, o Timão conseguiu chegar ao final de 2020 com cinco jogos de invencibilidade e na nona colocação do Campeonato Brasileiro com 36 pontos e ainda pode ultrapassar o Santos, semifinalista da Copa Libertadores da América, no último jogo do ano contra o Botafogo no próximo domingo (27), às 16h no Estádio Nilton Santos.

Se em campo o elenco parece ter compreendido que a reta final será ideal para uma grande arrancada sob o comando de Vagner Mancini, fora dele as negociações no mercado da bola estão agitadas e o setor que mais preocupa é o ataque corintiano. Com 28 gols em 26 partidas no Brasileirão, o artilheiro é Jô com quatro gols marcados e com sete atletas com dois gols cada, três deles são atacantes, menos da metade. E com esse intuito, o reforço ideal para o clube seria a chegada de mais um jogador estrangeiro, mas de um país pouco tradicional do futebol. Do Panamá pode chegar Gabriel Torres, atacante do Independiente del Valle, do Equador, e que está em alta. O jogador de 32 anos disputou a última Copa do Mundo por sua seleção e é observado desde o confronto entre del Valle e Corinthians na semifinal da Copa Sul-Americana de 2019 quando os equatorianos eliminaram os  brasileiros com o placar de 4 a 2 no agregado, dois gols de Gabriel Torres.

Apesar de ter jogado no Equador desde julho de 2019, Gabriel Torres, pertence à Universidad de Chile e estará der volta em 2021. Para tirá-lo de lá será preciso desembolsar alguns milhões de reais, já que seu valor de mercado está em £ 1,8 milhão (cerca de R$ 11,2 milhões na cotação atual) e um salário de R$ 200 mil mensais. Mas o Timão ganhou um rival de peso que pode estragar os planos da equipe brasileira, já que o Universitario, do Peru, demonstrou interesse no atacante. E os números de Gabriel Torres justificam este interesse, já que foram 20 gols em 33 partidas, o que também chamou a atenção do Fluminense anteriormente, mas as negociações não avançaram.

A iminente saída de Mauro Boselli abre uma grande lacuna a ser preenchida por um atacante de peso, e Gabriel Torres pode ser o artilheiro que o Timão busca e precisa. Mas a equipe peruana entra forte na disputa pelo panamenho após o vice-campeonato nacional e a garantia da disputa da Libertadores em 2021, torneio que o Corinthians ficaria de fora caso o Brasileirão acabasse hoje, portanto Torres aguardará essa reta final do futebol no Brasil para decidir seu futuro.

Se não vier Gabriel Torres, vem Gilberto!

Corinthians não trata seus reforços com plano B, ambos são as primeiras opções para o ataque, mas quem definir primeiro sua situação com o clube terá prioridade. Com o atacante do Bahia a negociação seria mais difícil, porque o atacante tem contrato com o Bahia até dezembro de 2021, mas metade do preço de Gabriel Torres e a vontade de jogar pelo seu clube do coração. Resta a dúvida para sacramentar o novo camisa 9 do Timão para 2021.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias