Qatar 2022

Quase o dobro de Tite: o quanto ganharia Carlo Ancelotti pela Seleção Brasileira

Por Romario Paz

Quase o dobro de Tite: o quanto ganharia Carlo Ancelotti pela Seleção Brasileira

Italiano foi eliminado pelo Manchester City e não vai poder conquistar o penta da Champions League

Síguenos enSíguenos en Google News

O Real Madrid não viu a cor da bola em Manchester. Após um empate por 1 a 1 no Santiago Bernabéu, o atual campeão da Liga dos Campeões da Europa e maior vencedor da história da competição foi atropelado pelo Manchester City por 4 a 0, e viu o time inglês avançar para a disputa da segunda final da sua história (foi finalista em 2021 e perdeu a taça para o Chelsea no Porto), agora contra a Inter de Milão, tricampeã europeia.

O jogo pode ter marcado a despedida de Carlo Ancelotti da competição que ele conquistou quatro vezes ao longo da carreira, sendo duas pelo Milan (2003 e 2007) e duas pelo próprio time espanhol (2014 e 2022). Isso porque o italiano é cobiçado para assumir o comando da Seleção Brasileira visando a Copa do Mundo de 2026, na América do Norte. Conhecido de vários brasileiros, o treinador é o favorito do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

Enquanto no Corinthians ganhava milhões, o salário de Sornoza no Del Valle

Ele era ídolo do Corinthians, agora joga muito no Equador e criticou o Timão

Alguns jornais da Europa, há algum tempo, chegaram a noticiar que Ancelotti teria aceito o convite e que começaria a trabalhar na “amarelinha” após o fim da temporada europeia. O italiano confirmou que foi procurado e até se empolgou, mas disse que não houveram reuniões, e disse que é o Real Madrid que tem que decidir o que fará a respeito, já que seu contrato vai até o fim da próxima temporada.

O triplo do salário

Caso o italiano deixe o time espanhol, o nome mais comentado é o de Zinedine Zidane. Ex-jogador do clube e tricampeão da Champions como treinador, o francês é o alvo principal do presidente Florentino Pérez para assumir a função. O Brasil está sem técnico desde a saída de Tite, na eliminação para a Croácia no Mundial do Catar, nas quartas de final. Ancelotti receberia quase o triplo do antecessor, que ganhava R$ 20 milhões por ano.


Mais notícias