Jogadores

(VÍDEO) Os lances polêmicos que a Portuguesa está reclamando do Palmeiras

Por Romario Paz

Portuguesa x Palmeiras

Juiz teve decisões questionadas em lances da partida entre Portuguesa e Palmeiras

Síguenos enSíguenos en Google News

No Estádio Canindé, em jogo atrasado da quinta rodada do Campeonato Paulista, aconteceu o confronto entre Portuguesa e Palmeiras nesta quarta-feira (28). Logo, o Palmeiras administrou o favoritismo e venceu pelo placar de 2x0, com gols de Flaco López e Gabriel Menino. Sendo assim, o Verdão segue invicto na competição e ocupa a primeira colocação do grupo B com 24 pontos. O clube alviverde está perseguindo o tricampeonato que não acontece há 90 anos.

Dentro desse cenário, houve muita especulação sobre qual seria a escalação do treinador Abel Ferreira para hoje. A expectativa era que ele continuasse rodando o time, mas ele manteu os titulares para vencer o duelo contra a Portuguesa. Aparentemente, o jogo se mostrou complicado e o Palmeiras só venceu com gols marcados no segundo tempo.

Assim, a Portuguesa dificultou o jogo para o Verdão, mas acabou não resistindo. Agora, a Lusa reclama de dois lances polêmicos, em que sente que foi prejudicada pela arbitragem. O primeiro foi um possível pênalti não marcado em cima de Giovanni Augusto que teve contato com o zagueiro Murilo. Na saída do intervalo, Augusto comentou: “Um pênalti muito claro, eu tenho certeza que foi pênalti porque quando eu fui chutar, o Murilo simplesmente deu um chute na minha perna de apoio. É preciso rever muita coisa no futebol brasileiro.”

Já na segunda etapa, a Portuguesa reclamou de mais um lance. A expulsão do atacante Victor Andrade prejudicou os planos da Lusa, visto que ele é um dos principais jogadores. O juiz, segundo algumas opiniões teria sido muito exagerado, em sua decisão.

O lance da expulsão de Victor Andrade contra o Palmeiras que a Portuguesa reclama

Portanto, Victor Andrade foi expulso por ter dado um pisão no zagueiro Luan, que foi considerado desleal pela arbitragem.

O juiz teve recomendação do VAR e mandou Victor Andrade mais cedo para o vestiário.


Mais notícias