Jogadores

Vale mais de R$500 milhões, a joia que Tite menosprezou no Flamengo

Por Jorge Dias

Vale mais de R$500 milhões, a joia que Tite menosprezou no Flamengo

Tite prejudica joia do Flamengo e ele mesmo pede desculpas

Síguenos enSíguenos en Google News

O Flamengo entrou em campo nesse último sábado (10), novamente pelo Campeonato Carioca, dentro do Estádio do Maracanã. Dessa vez, o adversário foi o Volta Redonda. Portanto, o Flamengo conseguiu se impor e venceu o Volta Redonda pelo placar de 3x0, com gols de Gabigol, Pedro e Ayrton Lucas. Assim, o Mengão se firma na segunda colocação da competição com 15 pontos somados.

Na coletiva de imprensa, o treinador Tite adotou um tom de reclamação e quem sofreu foi o gramado do Maracanã. Tite não gostou das condições que o gramado estava, que prejudicou o espetáculo: “É inadmissível o Maracanã ter esse gramado. Não sei quem é o responsável, estou falando o diagnóstico. O pênalti aconteceu porque o gramado prejudicou o jogador do Volta Redonda. Tem que ser melhor para todos. Não dá para ter um campo assim.”

Para a partida de ontem, Tite acabou rodando o elenco e dando oportunidades para jogadores, como Gabigol, Bruno Henrique e Luiz Araújo. O trio de ataque respondeu bem e pode ter criado uma dor de cabeça no treinador. A escalação que iniciou a partida foi composta por: Matheus Cunha; Wesley, Fabrício Bruno, David Luiz, Ayrton Lucas; Allan, Nicolás De La Cruz, Victor Hugo; Luiz Araújo, Bruno Henrique e Gabigol.

O meia-atacante Victor Hugo fez a segunda partida pelo Flamengo em 2024. A joia de apenas 19 anos e que já tem os títulos da Copa do Brasil e da Copa Libertadores em seu currículo, renovou com o Flamengo até 2028 e tem multa rescisória de R$500 milhões. Ele não jogou os 90 minutos, sendo substituído por Tite, que admitiu publicamente que prejudicou o jovem jogador.

Tite pede desculpas para Victor Hugo no Flamengo

Em uma atitude que deixou todos chocados, na coletiva de imprensa, Tite reconheceu que prejudicou Victor Hugo ao escalá-lo em uma posição que não é de costume do jogador.

“Tenho que fazer um pedido de desculpas. Eu prejudiquei o Victor Hugo. Dei uma função que não é usual, não é a melhor dele. Por vezes você quer oportunizar os atletas. Pensei: deixa eu ver como segundo meio-campista central com o De La Cruz mais à frente. E não é a posição dele. Eu e a comissão técnica erramos. Peço desculpas, entendemos o desempenho. Ele é 10, 7 ou 11 de recomposição. Tenho que ser justo. isso vai me deixar em paz, ele tem que saber e a família dele tem que saber”, disse Tite.


Mais notícias