Jogadores > Corinthians

Renato Augusto recusou milhões no Flamengo para missão impossível no Corinthians

Corinthians venceu clássico contra o Santos, entrou no G-4 do Brasileirão e Renato Augusto fez desabafo

Renato Augusto desabafa no Corinthians após missão impossível
Renato Augusto desabafa no Corinthians após missão impossível

O Corinthians está no G-4 do Campeonato Brasileiro 2021. O Timão bateu o Santos no Clássico dos Alvinegros por 2 a 0 nesse domingo (21), gols de Jô e Gabriel, e assumiu a quarta colocação do Brasileirão com 53 pontos em 34 jogos. Renato Augusto, um dos grandes nomes do atual elenco, desabafou após a vitória e comemorou como se fosse um título alvinegro.

O desabafo comovente de Renato Augusto

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Renato Augusto (@renatoaugusto8)

Renato Augusto concedeu entrevista para a “Rede Globo” após a vitória no clássico contra o Santos. O meia de 33 anos desabafou e calou os críticos que disseram ter feito a pior escolha de sua vida ao voltar para o Corinthians e não aceitar o Flamengo, clube que o revelou, para regressar ao futebol brasileiro. A meta é classificar o Timão diretamente à fase de grupos da Copa Libertadores 2022.

Segundo o site “Transfermarkt”, Renato Augusto tem contrato com o Corinthians até dezembro de 2023, valor de mercado de R$ 31,6 milhões e salário mensal de aproximadamente R$ 800 mil, segundo o site “Torcedores”. A volta do craque para o Timão mostra que o amor que nutre pelo clube é verdadeiro e que nem o Flamengo seria capaz de comprar.

Os números de Renato Augusto na temporada

Renato Augusto soma em 2021 pelo Corinthians a marca de 18 jogos disputados, três gols marcados e uma assistência. O meia de 33 anos está em sua segunda passagem pelo Timão e quer jogar a Copa Libertadores de 2022 pelo clube.

Romario Paz

Lic. em comunicação social, graduado pela Universidade Central do EquadorJornalista esportivo com experiência em Rádio Televisão e mídia digital. Boa pessoa para caramba!+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias