Jogadores

O venezuelano que pode ser o sucessor de Robert Arboleda no São Paulo e provoca curiosidade

Equatoriano teve grave contusão e luta para jogar a Copa do Mundo, e argentino foi contratado para jogar no seu lugar

Arboleda não tem previsão de retorno aos gramados
Arboleda não tem previsão de retorno aos gramados

Tem fumaça branca no Morumbi! O zagueiro Nahuel Ferraresi, de 23 anos, está bem perto de fechar com um novo clube. O jogador venezuelano aceitou uma proposta do São Paulo e em breve deverá ser oficializado como reforço do clube paulista, que já contratou o argentino Galoppo, do Banfield. O jovem defensor irá assinar um contrato de um ano por empréstimo. O Tricolor terá a opção de comprar o gringo, que pertence ao Grupo City, ao fim do contrato.

Apesar de jovem, o zagueiro já está a quatro temporadas na Europa, e coleciona passagens por clubes como Estoril, Moreirense e Porto, de Portugal, todos por empréstimo do grupo City. Na América do Sul, defendeu as cores do Deportivo Táchira, clube do seu país.

Mais notícias de ecuatorianos:

A sorte que Bryan Angulo teve, quando fez as malas com Fabian Bustos, o motivo de ter ficado em Santos

Foi uma figura do Atlético-MG e conquistou o respeito de Cristiano Ronaldo: o que Jairo Campos faz agora

Nahuel Ferraresi será o substituto de Arboleda enquanto o equatoriano está fora de combate

No São PauloFerraresi chega para ser o substituto do equatoriano Robert Arboleda, que está seriamente lesionado e não joga mais pelo Tricolor na temporada, embora ainda tenta se recuperar a tempo de ser convocado para a Copa do Mundo ao final do ano. O venezuelano se torna alternativa aos titulares Diego Costa e Léo. O experiente Miranda, tricampeão brasileiro consecutivo em 2006, 2007 e 2008 também tem atuado, mas no time considerado ‘alternativo’.

A zaga é uma preocupação do técnico Rogério Ceni. Isso porque o elenco tem sofrido com baixas. Pelo Campeonato Brasileiro, o M1TO chegou a improvisar o lateral-direito Rafinha como zagueiro. Além disso, alguns jovens recém-promovidos ao time profissional também tiveram que ser utilizados emergencialmente, a exemplo de Patryck e Luizão, crias das divisões de base e que ganharam seus primeiros minutos em campo nos profissionais na atual temporada.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias