Jogadores > Libertadores 2021

Nem Gabigol, nem Arrascaeta: o jogador que salvou Rogério Ceni da demissão e agora o deixa no esquecimento no Flamengo

Rogério Ceni deve fazer grandes mudanças no Flamengo

Pedro e Bruno Henrique disputam vaga no ataque do Flamengo
Pedro e Bruno Henrique disputam vaga no ataque do Flamengo

O Flamengo foi campeão carioca no último final de semana em cima do Fluminense e acumulou seu nono título desde 2019 e o tricampeonato estadual desde então. Agora o foco total do Mengão é na Copa Libertadores da América 2021 com a última rodada do grupo G nessa quinta-feira (27), contra o Vélez Sarsfield, às 21h, no Estádio do Maracanã, na busca da confirmação do primeiro lugar para as oitavas de final.

Mas para esse duelo, Rogério Ceni não contará com Willian Arão e Bruno Henrique, ambos suspensos, mas o ataque é o que mais preocupa o comandante já que a situação que Ceni mais temia deve acontecer nessa semana onde Gabriel Barbosa e Pedro estarão juntos em campo, algo que causa arrepios em Rogério Ceni pela perda defensiva na partida.

Dupla do Mengão espera conquistar mais uma Libertadores. Foto: Esporte News Mundo

E a situação de Bruno Henrique, que não faz temporada muito boa quanto as duas últimas, pode começar a complicar caso Pedro e Gabigol consigam fazer o Flamengo funcionar em perfeita sintonia e suficiente para causar problemas na cabeça de Rogério Ceni a fim de escalar o Flamengo ideal para o futuro no Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e claro a Copa Libertadores.

Os números de Pedro pelo Flamengo na atual temporada

Pedro continua com a condição de reserva no Flamengo, mas já soma na temporada 12 jogos, oito gols marcados, além de dois títulos no currículo com a Supercopa do Brasil e o Campeonato Carioca.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias