Jogadores > Copas Internacionais

Gabigol joga no Brasil como estava na Europa e pode nunca mais jogar na seleção brasileira por essa promessa não cumprida

Imprensa e torcedores não perdoam atuações de Gabriel Barbosa pela seleção brasileira e questionam sua convocação

Gabigol decepciona pela seleção e tem última chance para não ser tirado de convocações
Gabigol decepciona pela seleção e tem última chance para não ser tirado de convocações

Gabriel Barbosa teve mais uma chance como titular da seleção brasileira no empate diante da Colômbia no último domingo (10), mas novamente não conseguiu convencer com a camisa amarelinha e teve sua convocação questionada pelos torcedores nas redes sociais, assim como pela imprensa brasileira e mundial, principalmente na França em que o chamaram de “Gabigol fantasma”.

De fato, Gabigol jamais conseguiu emplacar seu rendimento na seleção brasileira da mesma forma como é artilheiro no Flamengo. Aos 25 anos, o jogador vive fase crescente em seu futebol no Mengão desde 2019 quando chegou ao clube carioca, e conseguiu as chances que sonhava ao participar de 11 jogos em 2021, mas sem o brilho que o torcedor gostaria de encontrar.

Com a última chance na partida contra o Uruguai, que acontece nessa quinta-feira (14), às 21h30 (horário de Brasília), na Arena da Amazônia, em Manaus, pela 12ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022 no Catar, Gabigol pode não ser mais convocado por Tite para os próximos duelos até março de 2022.

Os números de Gabriel Barbosa pela seleção brasileira

Gabriel Barbosa chegou a 16 jogos pela seleção brasileira, 11 apenas em 2021, e soma até o momento quatro gols marcados em 782 minutos, média de um gol a cada 195 minutos de Gabigol com a camisa da Seleção Canarinho.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias