Brasileirão

Incrível: revelam o motivo inusitado que faria Marcos Braz deixar o Flamengo

Por Romario Paz

Incrível: revelam o motivo inusitado que faria Marcos Braz deixar o Flamengo

Alvo de protestos da torcida, o vice-presidente de futebol pode deixar o Mengão por outro motivo

Síguenos enSíguenos en Google News

A crise do Flamengo parece não ter fim. Além de estar a três jogos sem vitórias, o time carioca agora pode perder uma das peças mais importantes de seu grupo, e não é nenhum jogador ou o técnico Jorge Sampaoli, mas sim Marcos Braz. Alvo de muitos protestos da torcida rubro-negra recentemente, o vice-presidente de futebol pode deixar o clube, mas não por conta das manifestações contrárias a ele.

O presidente Rodolfo Landim já disse, por várias vezes em redes sociais ou em entrevistas, que Braz não sai do clube enquanto ele estiver comandando o Flamengo. Porém, o motivo da possível saída de Braz no clube nada tem a ver com futebol e os protestos que vem sendo feitos pela torcida contra ele nos últimos tempos. Suplente da deputada federal brasileira Chris Tonietto (PL), que foi mãe na semana passada, ele tem chances de assumir.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

Enquanto Neymar se recupera de lesão, a atitude de Vinícius Júnior que chocou a todos

Urgente, PSG finalmente decide o que quer fazer com Neymar, o mundo do futebol enlouqueceu

Nas últimas eleições nacionais, no ano passado, o dirigente flamenguista tentou uma cadeira como deputado federal, mas acabou não obtendo votos suficientes para se eleger para o cargo. Com isso, ficou como “suplente”, já que o partido elegeu um grande número de candidatos. Com a licença-maternidade de Chris, Braz tem chances reais de deixar o Flamengo por conta disso.

"Gelo no sangue"

Conhecido por suas negociações que fortaleceram o elenco e seus bordões excêntricos, Marcos Braz está no clube desde que Landim se elegeu presidente do clube. Ao lado dele, conseguiu montar o elenco que ganhou dois títulos da Libertadores da América, do Campeonato Brasileiro, da Supercopa do Brasil, do Campeonato Carioca e um da Recopa Sul-Americana e da Copa do Brasil. Ultimamente, o dirigente não goza de prestígio com a torcida.

Tópicos


Mais notícias