Série A

Revelação de jogador dá entender que Abel Ferreira mexe com magia negra

Goleiro comenta situação vivida com treinador português

Abel Ferreira
Abel Ferreira

Abel Ferreira vem conquistando sucesso e espaço na galeria do futebol brasileiro, sua passagem no Palmeiras segue sendo uma das mais marcantes da história do futebol recente, mas agora tudo parece confuso com as declarações feitas por Jaílson, na época que ele era goleiro reserva do Palmeiras. O arqueiro revelou que o treinador havia feito uma premonição sobre Veron.

"Vou falar uma coisa que eu vi e não contei pra ninguém: contra o Atlético-MG, ele colocou o Veron e saiu o gol… Começo do jogo, ele fez a leitura, viu certinho e falou: “Vou colocar o Veron, ele vai passar por aqui e vai fazer o gol ou vai tocar para trás e vai sair o gol". Eu vi ele fazendo e não falei para ninguém, estou falando agora", declarou o jogador ao podcast do Palmeiras no globoesporte.

Mais notícias do Futebol brasileiro

Felipão humilhou tanto o jogador do Furacão que agora ele quer ir embora

Chineses se desesperam ao ver que o Flamengo lhes tirou a sua maior estrela

Gabriel Veron foi decisivo para a campanha do Palmeiras na Libertadores de 2021, o reserva saiu do banco e deu assistência para Dudu marcar o gol do empate por 1 a 1. O Verdão e o Atlético Mineiro se enfrentarão novamente no Allianz Parque, no dia 10 e poderá ser decisivo para o ano de Abel Ferreira ou de Cuca, que retornou ao comando do Galo.

Jaílson revelou que pretende se aposentar no ano que vem, e explica o motivo de ter rescindido com o América Mineiro, “Minha saída do América-MG não foi sem pensar, eu avisei uma, duas e na terceira vez disse que se continuasse o que estava acontecendo, pegaria minhas coisas e iria embora. Tinha um cara lá muito ciumento, chegou um cara vitorioso e ele ficou de biquinho, era um leva e traz da imprensa que nos dias de hoje, pesando 130 quilos, não se cuida”, afirmou.

Superstição de Cuca

Jaílson também revelou uma superstição de Cuca na época que o treinador comandou o Palmeiras, "Uma coisa que me marcou foi a minha carteirinha da CBF. O Cuca tinha pegado a minha carteirinha e colocado no porta-malas do carro dele. Eu perguntei para o Cuca o que ele tinha feito com a minha carteirinha, e ele disse: "Fiz uma coisa que no final você vai me agradecer". Fiquei com aquilo na cabeça, depois fiquei sabendo que ele colocou a carteirinha junto da imagem de Nossa Senhora Aparecida no porta-malas para a gente ser campeão", declarou.

Jorge Dias

Jornalista formado pela Universidade P. Mackenzie em 2013, mas atuo desde 2008 com textos esportivos. Já trabalhei no Diário Lance! como diagramador e jornalista, de 2010 a 2016. Escrevi para Surto Olímpico, Bola Parada, Torcedores.com e Punteiro Izquierdo.+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias