Série A > Saopaulo

O motivo pelo qual a torcida do São Paulo comemorou a saída de Daniel Alves do São Paulo

Torcida comemourou a saída do jorcedor nas redes sociais

Jogador passou 2 anos na equipe e conquistou apenas um título
Jogador passou 2 anos na equipe e conquistou apenas um título

Veja como foi a ração da torcida são-paulina após o anúncio de que Daniel Alves não era mais jogador do clube 

Daniel Alves não é mais jogador do São Paulo, segundo pronunciamento dos diretores de futebol, no início da tarde desta sexta-feira (10), Contudo, quem achou que a torcida do São Paulo iria ficar irritada ou triste com a saída do jogador, se enganou. Os são-paulinos fizeram questão de comemorar a saída de Daniel Alves do clube do Morumbi.

Após uma passagem que lhe rendeu mais críticas do que títulos, a relação entre a torcida do São Paulo e o jogador começou a desandar depois que o jogador foi flargado fazendo uma roda de samba em sua casa, tempo depois de uma derrota da equipe. Foi desde então que surgiu o apelido de "batuqueiro" para o jogador, até porque ele mesmo disse que gosta de tocar percussão e contantemente é visto com um tantã em sua casa.

A partir de então a coisa só ficou pior. Daniel Alvez passou a fazer postagens em que ironizava as críticas da torcida e um momento muito ruim foi quando o jogador aceitou defender a Seleção Brasileira nas Olimpíadas de Tóquio, desfalcando o São Paulo de jogos de importantes no Brasileiro, na Copa do Brasil e na Copa Libertadores. O fato da equipe ter passado de fase nas competições mesmo com a ausência do jogador, só deu mais força para a torcida constinuar suas críticas.

O momento mais tenso da relação Daniel Alves e são-paulinos foi durante a comemoração do título olímpico, quando o lateral afirmou que ele não falhava com o clube, mesmo com o São Paulo falhando com ele. Essa foi a primeira cobrança pública sobre os salários atrasados contra o São Paulo. Porém, quando o jogador voltou ao São Paulo, coincidentemnete, ou não, a equipe foi eliminada para o Palmeiras na Copa Libertadores e está numa situação delicada na Copa do Brasil.

O estopim da relação

O final da relação entre as partes chegou ao fim da maneira mais melancólica possível. O São Paulo enviou ao estafe do jogador uma proposta de parcelamento da dívida e junto dela uma recisão contratual, que deve ser assinada nas próximas horas encerrando a história entre clube e jogador, que teve menos de 100 jogos e apenas um título, o Paulistão de 2021.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias