Série A

CBF resolve fazer uma coisa com os árbitros que revelou porque eles são ruins

Em meio a crise no apito, entidade resolveu treiná-los

Wilton Pereira Sampaio
Wilton Pereira Sampaio

Coube a CBF iniciar um processo de reciclagem com os árbitros atuais, durante essa semana de jogos em competições internacionais, a entidade máxima do futebol brasileiro levou cerca de 95 integrantes de seu quadro, entre árbitros, auxiliares e árbitros de vídeo para treinarem e aperfeiçoarem suas técnicas enquanto tenta resistir as críticas feitas por clubes e jogadores.

A atividade foi uma tentativa de resposta de Wilson Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF as críticas que criaram uma verdadeira avalanche em seu trabalho, “Treinar com jogadores, com lances reais, é o melhor que pode nos acontecer. Porque você mentaliza os lances, fica muito mais preparado na hora do jogo, quando é para valer”, disse Ramon Abatti, 32 anos, do quadro da CBF há cinco.

Mais notícias do Futebol brasileiro

De odiado para amado: o jogador peruano que deu título importante ao Corinthians e hoje joga em um time humilde

Chegou ao Santos para ir ao Catar, mas seu técnico não quer vê-lo nem pintado de ouro e hoje está de saída do Peixe

As atividades, realizadas em um campo de treino da Aeronáutica, realizavam situações reais de jogo como expulsões e lances relativos a pênaltis, deixando de lado os lances comuns de jogo. Os árbitros e auxiliares eram trocados após alguns minutos em ação. Até mesmo uma estrutura de VAR foi montada para o treino.

“Agora queremos promover novos encontros assim, às vezes por menos tempo, com menos árbitros, para mantê-los treinados e atualizados”, declarou Seneme, o dirigente se vê em uma fritada completa provocada pela insatisfação dos principais nomes da Série A e da B sobre seu trabalho a frente do principal órgão da arbitragem brasileira.

Jorge Dias

Jornalista formado pela Universidade P. Mackenzie em 2013, mas atuo desde 2008 com textos esportivos. Já trabalhei no Diário Lance! como diagramador e jornalista, de 2010 a 2016. Escrevi para Surto Olímpico, Bola Parada, Torcedores.com e Punteiro Izquierdo.+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias