Série A

A fortuna inacreditável que James Rodríguez deixará de ganhar no São Paulo

Por Tomas Porto

A fortuna inacreditável que James Rodríguez deixará de ganhar no São Paulo

O jogador pediu para ser dispensado imediatamente do clube

Síguenos enSíguenos en Google News

No último domingo, 4, o Palmeiras e o São Paulo entraram em campo para a disputa de um título importante. O clássico Choque-Rei aconteceu pela disputa da Supercopa do Brasil. No histórico de confrontos, os dois clubes paulistas se enfrentaram em 344 partidas ao longo da história. Até então, eram 116 vitórias do Palmeiras e 116 vitórias do São Paulo. Agora, o São Paulo pode colocar mais uma vitória do clássico na conta e mais um título.

Na partida deste fim de semana, durante os 90 minutos do tempo regular, o nervosismo dominou o confronto entre as duas equipes paulistas na disputa da Supercopa do Brasil. Dessa forma, as duas primeiras etapas da partida terminaram empatadas em 0 a 0. Por ser uma final de jogo único, a decisão do torneio foi resolvida nos pênaltis. Dessa forma, as cobranças de pênaltis foram iniciadas e, com isso, o São Paulo levou a melhor, marcando 4 pênaltis a 2 e ficando com a taça.

Além de ter ganhado dois títulos importantes em duas temporadas, o São Paulo é um forte candidato a ficar com o título do Campeonato Paulista. O clube não só está invicto no torneio, como também é líder do seu grupo. Apesar das boas vitórias após um jejum grande de títulos, o Tricolor vem enfrentando algumas dificuldades. Recentemente, Dorival Júnior deixou o clube para ser técnico da Seleção Brasileira. Agora, James Rodríguez decide deixar o time.

A fortuna que deixará de ganhar no São Paulo

James Rodríguez não faz mais parte do elenco do São Paulo. O meio-campista ficou frustrado com a falta de minutos dentro de campo e pediu à diretoria para deixar o clube de maneira imediata. Ao que parece, a gota d’água para o jogador foi não ter sido relacionado para o jogo da Supercopa do Brasil. Dessa forma, James Rodriguez abriu mão de R$ 17 milhões que tinha que receber até 2025. Restam resolver 2 milhões de euros referentes às luvas.


Mais notícias