Qatar 2022

Os milhões que o Manchester United iria gastar para juntar Neymar e Casemiro

Por Jorge Dias

Os milhões que o Manchester United iria gastar para juntar Neymar e Casemiro

Clube inglês pode ser um dos destinos de Neymar

Síguenos enSíguenos en Google News

O futuro de Neymar segue indefinido, segundo a imprensa francesa, o PSG está disposto a negociar o brasileiro e cogita até mesmo um empréstimo. O foco do Paris Saint-Germain é montar um time voltado para somente uma estrela, Mbappé, e dessa forma, Messi e Neymar podem deixar o clube francês. 

Por outro lado, Neymar não faria esforço para se manter na França e acredita que uma transferência pode ser benéfica para os dois lados. O estopim para o brasileiro foi ter a sua casa cercada por torcedores do PSG que exigem a sua saída. Após os protestos, Neymar não se pronunciou oficialmente, mas postou indiretas em suas redes sociais que deixaram claro a sua insatisfação com o clube. 

Mais notícias do Futebol Brasileiro: 

Não é Daniel Alves: ex-São Paulo e Barcelona agora está preso por crime grave

Abel Ferreira o que queria no Palmeiras, mas agora pode chegar no Flamengo

Um dos possíveis destinos de Neymar é o Manchester United. De acordo com o jornal ‘The Sun’, o clube inglês estaria disposto a contratar o brasileiro e já teria aberto conversas com o PSG. Entrentanto, a trasnferência depende de um fator externo. O bilionário Jassim Bin Hamad Al Thani, negocia a compra do United. Caso a negociação seja concretizada, Neymar é o grande desejo de Al Thani para o clube. 

Vale lembrar que Neymar tem uma multa rescisória de 250 milhões de euros, mas Al Thani é membro da família real do Catar, a mesma que controla o PSG. Com isso, a multa poderia ser abaixada ou até mesmo retirada. 

Treinador do Manchester United falou sobre Neymar

Nesta quarta-feira, Erik ten Hag, técnico do Manchester United, respondeu sobre a possiblidade de Neymar chegar ao clube. O treinador fez mistério sobre o assunto e disse: “Quando tivermos novidades, contaremos a vocês”.

 

 


Mais notícias