Qatar 2022

Enquanto CR7 ganha R$ 200 mi, o brutal salário oferecido a Lionel Messi na Arábia

Por Romario Paz

Enquanto CR7 ganha R$ 200 mi, o brutal salário oferecido a Lionel Messi na Arábia

De saída do PSG, argentino é desejado por rival do Al-Nassr

Síguenos enSíguenos en Google News

Mais uma vez, surgem especulações sobre qual será o futuro de Lionel Messi. De saída do Paris Saint-Germain ao final da temporada, o craque argentino tem o interesse em voltar a jogar pelo Barcelona, clube que defendeu por quase a sua vida inteira no futebol. Porém, há outros clubes interessados, como o Inter Miami-EUA e o Al-Hilal, da Arábia Saudita.

Algoz do Flamengo no Mundial de Clubes da FIFA, o time saudita, inclusive, tem uma carta na manga para convencer o camisa 10 da seleção da Argentina a trocar a Europa pelo Oriente Médio. Isso porque, segundo informações, a proposta seria de cerca de R$ 2 bilhões para contratar o astro, que não vai permanecer na França e já avisou que não renovará, saindo de graça.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

Ele custou milhões, mas não joga nada e pode se tornar reserva no Corinthians

Ele era humilhado por Ceni no São Paulo, mas agora provou que tem o seu grande valor

Desde a final da Copa do Mundo, o camisa 30 virou “persona non-grata” entre a própria torcida, justamente por ter brilhado na final contra a França, onde marcou dois dos três gols no tempo normal e converteu sua cobrança na disputa de pênaltis onde a albiceleste se consagrou como tricampeã do mundo. Os “ultras” do PSG fizeram protestos na sede do clube ofendendo Messi.

Parceria com Tite?

No Al-Hilal, Messi poderá ser treinado por Tite. O ex-treinador do Corinthians e da Seleção Brasileira tem uma proposta em mãos do time saudita para substituir o argentino Ramón Díaz, que recém deixou o Hilal. Caso aceitasse, Messi chegaria à Arábia Saudita com o maior salário do futebol mundial, deixando Cristiano Ronaldo, do rival Al-Nassr, pra trás.


Mais notícias