Qatar 2022

Dani Alves afunda cada vez mais, novo depoimento da vítima que o condena

Por Romario Paz

Dani Alves afunda cada vez mais, novo depoimento da vítima que o condena

Jogador brasileiro pode ser condenado a 12 anos de prisão na Espanha

Síguenos enSíguenos en Google News

Na Espanha, a situação de Daniel Alves só tende a piorar cada vez mais após o último depoimento prestado pela mulher que o acusa de ter cometido assédio na noite do dia 30 de dezembro do ano passado. Preso desde janeiro, o lateral-direito teria forçado a jovem de 23 anos a manter relações íntimas com ele, mesmo sem o consentimento dela.

De acordo com o “En Boca de Todos”, programa do canal espanhol TV Cuatro, a moça alegou aos agentes que o atleta pegou sua mão e colocou nas partes íntimas dele antes deles entrarem no banheiro da Boate Sutton, onde o crime ocorreu. Nas cinco versões diferentes que deu aos promotores que investigam o caso, Daniel alega ser inocente.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

Inacreditável, a atitude Luxemburgo que pode decretar o seu fim no Corinthians

Loucura, Luxemburgo solta verdades sobre o momento do Corinthians após nova derrota

Segundo o canal espanhol de televisão, a suposta vítima disse que o jogador a perguntou se ela sabia quem ele era, e ela disse que não sabia. O brasileiro respondeu dizendo ser “jogador de petanca em Hospitalet”. Petanca é um esporte semelhante a bocha, com suas origens na França. Durante o depoimento, a jovem deu mais detalhes do ocorrido.

Lembranças dolorosas

“Fiquei em choque, não sabia o que fazer. Fiquei de joelhos diante dele, e vi uma tatuagem. Senti medo, pois pensei automaticamente que esse cara iria me machucar muito. São cenas que eu não tenho como esquecer e me doem só de lembrar” – revelou ela, em depoimento prestado. Caso seja condenado, o jogador pode pegar 12 anos de prisão.

Tópicos


Mais notícias