Lendas

Jogou na Seleção, não pôde pagar tratamento para um problema de saúde, acabou de morrer

Por Romario Paz

Jogou na Seleção, não pôde pagar tratamento para um problema de saúde, acabou de morrer

Jogador foi amigo de Pelé e atuou com ele na Seleção Brasileira

Síguenos enSíguenos en Google News

Nos últimos anos e nos últimos meses, o futebol brasileiro tem sofrido com grandes perdas de seus ídolos. Em 2016, o capitão do tri, Carlos Alberto Torres, nos deixava de forma repentina. Um ano antes, Zito, capitão do Santos nos dois títulos do Mundial de Clubes e campeão do mundo em 1962 pela Seleção Brasileira, também havia falecido. Porém, a maior perda veio em 2022.

No dia 29 de dezembro, o mundo do futebol se despedia do maior de todos os tempos. Edson Arantes do Nascimento, o rei Pelé, morria aos 82 anos, por conta de um problema grave de saúde que ele vinha tratando desde 2021. Porém, o problema se agravou e o levou a óbito a poucos dias antes do ano novo, e dias após a final da Copa do Mundo do Catar.

Mais notícias de Lendas:

Ganhou a Copa do Mundo, a Libertadores e fatura alto com sua própria cerveja

Depois de sair da prisão, a espetacular casa que Ronaldinho comprou no Brasil

Alguns dias depois, o maior ídolo da história do Vasco da Gama também se foi: Roberto Dinamite. E há pouco tempo, foi Rinaldo quem perdeu a vida. O ex-atacante, com passagens por times como Náutico e Palmeiras, fez história no Verdão, quando fez parte da “Primeira Academia”. Ele estava internado no hospital há dois meses, sofrendo com problemas de saúde.

Amigo do Rei

Com dificuldades para pagar o tratamento, ele acabou internado e acabou falecendo aos 82 anos de idade, assim como o seu grande amigo, o Rei do Futebol. Rinaldo atuou ao lado de Pelé na Seleção Brasileira e chegou a ser pré-convocado para o Mundial de 1966, na Inglaterra, mas acabou ficando de fora do torneio, que foi o último onde o escrete canarinho caiu na 1ª fase.

Tópicos


Mais notícias