Jogadores

Nem Neymar nem Vini Jr, este é o jogador jovem mais bem pago do mundo, depois de Mbappé

Por Tomas Porto

Nem Neymar nem Vini Jr, este é o jogador jovem mais bem pago do mundo, depois de Mbappé

A revista Forbes divulgou hoje os cinco atletas com menos de 25 anos que são os mais bem pagos do mundo

Síguenos enSíguenos en Google News

A revista Forbes divulgou hoje os cinco atletas com menos de 25 anos que são os mais bem pagos do mundo. Encabeçando a lista com uma larga vantagem está Kylian Mbappé, de 24 anos, que recebe impressionantes 110,3 milhões de euros por ano, o equivalente a cerca de R$ 588 milhões. Essa quantia seria suficiente para "comprar" Neymar, avaliando em 70 milhões de euros, segundo o Transfermarkt em 2023, e ainda sobraria um troco de 40 milhões de euros.

O segundo colocado é Kyler Murray, quarterback do Arizona Cardinals na NFL, que recebe "apenas" 64,7 milhões de euros anualmente. Embora tenha um salário substancial, Murray fica bem atrás de Mbappé no ranking dos atletas mais bem pagos com menos de 25 anos.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

Renato Gaúcho revelou que jogador do Grêmio estava jogando lesionado, irresponsabilidade

Árbitro mostra que o São Paulo foi extremamente prejudicado contra o Corinthians, roubo

Outro destaque na lista é Erling Haaland, que ocupa a quarta posição. O jovem jogador norueguês tem se destacado nesta temporada, tanto na Premier League como na Champions League, e conseguiu um grande impulso ao assinar um novo contrato com a Nike, avaliando em 22 milhões de euros por ano.

Esses números mostram uma enorme disparidade salarial entre os atletas de diferentes modalidades esportivas. Enquanto Mbappé lidera com folga, outros jovens talentos estão recebendo homenagens consideráveis, mas ainda abaixo dos valores astronômicos do futebol.

Estes jovens são mais que milionários

É importante ressaltar que esses valores são baseados em contratos, patrocínios e outros ganhos financeiros relacionados à carreira esportiva dos atletas. A lista da Forbes revela não apenas o talento desses jovens, mas também o impacto comercial que eles têm no mundo do esporte e na indústria em geral.


Mais notícias