Série A > Flamengo

Tristeza no Flamengo: Gabigol iria para a Europa por uma fortuna

Craque do Mengão pode estar de volta ao Velho Continente

Gabigol está de saída do Mengão.
Gabigol está de saída do Mengão.

Gabriel Barbosa é o principal atacante no futebol brasileiro atualmente. Artilheiro do Campeonato Brasileiro em 2018 e 2019 e da Copa Libertadores da América do ano passado quando também faturou o título e o prêmio de melhor jogador da América do Sul na temporada. De faro de gol apurado e com uma finalização potente, Gabigol começou com uma das maiores revelações do Santos em sua história, como os raios que caem na Vila Belmiro e apresentaram os nomes de Pele, Robinho e Neymar. Tanto talento apresentado com a pouca idade o colocou na mira de times europeus e a Internazionale, da Itália, levou o jovem atleta por R$ 106,8 milhões, uma verdadeira fortuna por um atacante de 20 anos.

Mas sua passagem não deu muito certo em território europeu. Foram 15 jogos entre Inter de Milão e Benfica e apenas dois gols marcados no período de 17 meses. Seu retorno ao Santos em 2018 foi a melhor decisão que teve, imediatamente retomou o bom futebol que tinha perdido e tem o melhor aproveitamento de um atacante no Brasil nós últimos três anos. E se no Peixe já estava bem, no Flamengo desde o início de 2019 vive o melhor momento da carreira com inúmeros títulos e marcas individuais que invejam qualquer atleta. E a sombra de Pedro na atual temporada reacendeu um alerta que havia sumido de sua vida, aquele de ser preterido em alguns jogos, algo que não acontecia desde a Europa.

Em 2021 seria o momento ideal para voltar para à Europa? Para o Villarreal, sim. O clube espanhol está atento aos movimentos do atleta no Brasil e já preparar uma investida milionária para tirar o jogador mais uma vez de seu país. E a proposta não poderia ser por menos de £ 20 milhões (cerca de R$ 128,1 milhões na cotação atual) e Gabigol se transformaria na segunda transferência mais cara da história do Submarino Amarelo, atrás apenas de Paco Alcácer que chegou na última janela de transferências. E como conseguir seduzir o melhor jogador do continente sul-americano para atuar com a camisa amarela em 2021? O rendimento na atual temporada e a garantia de titularidade no ataque da equipe de Unai Emery.

Atualmente o Villarreal é o quarto colocado do Campeonato Espanhol com 26 pontos em 15 rodadas, seis pontos a menos do que o líder Atlético de Madrid e dois pontos a mais do que o gigante Barcelona. Fora da Espanha disputa a Liga Europa e está classificado para a segunda fase do torneio contra o RB Salzburgo, da Áustria, e surge como favorito para avançar na competição. Fora isso, a garantia da titularidade vem acompanha de um salário astronômico que pode receber no clube espanhol. Alcácer, por exemplo, recebe mais de R$ 1 milhão por mês e seu salário poderia bater esse teto uma vez que chegaria ao país com o status de craque.

E se Gabigol fosse ao Boca Juniors?

Na América do Sul é muito comum ver grandes jogadores de diversos países rumarem para o Brasil em busca de mais visibilidade e também dinheiro no centro principal do futebol do continente. Mas o caminho inverso não é muito comum, porém começa a ganhar forma com o interesse do Boca Juniors, da Argentina, em Gabriel Barbosa. Na equipe Xeneize, os casos mais famosos de brasileiros têm os nomes de Iarley, Domingos da Guia, Luiz Alberto, Gaúcho e Baiano e Gabigol poderia ser até o maior brasileiro no clube argentino. Obviamente que a proposta precisa ser mais vantajosa do que a do Villarreal e a do próprio Flamengo, mas as chegadas de Eduardo Sálvio e Lisandro López apontam o poderio financeiro do clube que teria Gabi como maior reforço de sua história.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias