Série A

Rogério Ceni não dá o braço a torcer e Mengão pode vender um de seus maiores craques após clássico infeliz

As maiores consequências do clássico perdido para o Fluminense

Rogério Ceni não dá o braço a torcer e Mengão pode vender um de seus maiores craques após clássico infeliz
Rogério Ceni não dá o braço a torcer e Mengão pode vender um de seus maiores craques após clássico infeliz

Que dor de cabeça pelos lados do Flamengo nesta quinta-feira (7) e que pode durar durante meses. A derrota para o Fluminense no FlaFlu por 2 a 1 na noite desta quarta-feira (6) externou muitos problemas antigos do Flamengo que vieram a público na primeira partida de 2021 com as falhas na marcação na parte defensiva e até problemas de relacionamento entre jogadores e treinador, como Rogério Ceni e Arrascaeta que não estão na mesma sintonia desde a chegada do novo comandante.

O treinador rubro-negro ressaltou os erros grotescos que sua equipe cometeu durante a partida e que está descontente e sem esperanças de que o time consiga buscar o título do Campeonato Brasileiro, mesmo feliz com a criação das jogadas da equipe e com o gol marcado pelo seu “rival” Arrascaeta. Rogério Ceni também não nega que a reformulação no elenco pode acontecer, com ele ou com os jogadores do clube, logo após o fim da atual temporada em fevereiro.

A fase de alguns atletas no elenco como Léo Pereira, Gustavo Henrique, Everton Ribeiro e Vitinho pode ocasionar saídas do clube como a de Arrascaeta pelo comportamento, tudo isso caso Rogério Ceni não seja demitido antes dos atletas do Mengão. No caso do uruguaio, seu valor de mercado é de £ 15 milhões (cerca de R$ 99,3 milhões na cotação atual) e seria uma grande venda do clube carioca além de garantir caixa para a próxima temporada.

Já Rogério Ceni tem contrato até dezembro de 2021, mas muitos outros treinadores podem tomar sua vaga como Lisca, do América-MG e até Jorge Jesus que está em baixa no futebol português em que comanda o Benfica e já é cotado como possível treinador do Flamengo a partir de março, caso Ceni não consiga mostrar todo o seu trabalho.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias